Carregue sua própria cruz

das principais dificuldades, Em outras palavras, um relacionamento verdadeiro,

Carregue sua própria cruz

Quantos pensam que, para seguir a Deus, basta acreditar nEle e fazer o bem aos outros? Embora estes sejam dois passos importantes na vida de um cristão, eles não são suficientes para estabelecer um relacionamento verdadeiro com Deus. Para receber a vida que Ele quer nos dar, temos que entender o quão comprometidos com Ele realmente precisamos ser.

“Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.” (Lucas 26:27)

O que Jesus está dizendo aqui é que quem não deixar de lado sua própria família, assim como a si mesmo, para que Ele seja o primeiro em sua vida, não é digno dEle. Isso não significa que devemos odiar as pessoas ao nosso redor, mas temos que entender que nada pode ficar entre nós e Deus, nem mesmo nós mesmos. Para agradá-Lo, temos que colocar Sua vontade acima dos nossos próprios desejos e das pessoas que amamos. Esse é o significado de carregar sua cruz, porque quando o fazemos, corremos o risco de enfrentar perseguições e críticas de pessoas próximas a nós. Essa é uma das principais dificuldades que as pessoas têm quando tentam entregar suas vidas a Deus. Eles são capazes de desistir de muitas coisas que são consideradas erradas, mas quando se trata de colocar suas famílias de lado, juntamente com suas tradições e maneiras de pensar, muitos acham que esse é um preço muito alto a pagar. Cortar laços com membros da família ou amigos que os influenciam de maneiras contrárias à vontade de Deus é demais para eles.

Se você realmente quer seguir a Cristo e colocá-Lo no centro de sua vida, deve estar preparado para enfrentar qualquer coisa que se levante contra sua fé. É uma grande decisão; uma entrega de corpo, alma e espírito. Mas uma vez que você faz isso, Deus te purifica, salva sua alma e lhe dá o Seu Espírito. Em outras palavras, Ele dá a Si mesmo. É como pedir a alguém para se casar com você. Você primeiro demonstra que tipo de pessoa é, para que seu parceiro possa concordar em viver a vida inteira consigo. Se você ainda estiver determinado a fazer apenas a sua vontade, mas ir até Deus pedindo a Sua bênção, é como se estivesse Lhe pedindo em casamento enquanto ainda tem outros parceiros(as). É um relacionamento destinado ao fracasso, pois Deus não fará parte de sua vida dupla.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário