Colocando a minha família antes da minha vontade

tomar uma atitude, uma diferença enorme,

Thando cutFamília é algo muito importante para nós. É com eles que compartilhamos momentos maravilhosos. Por isso, quando Thando detectou um problema em sua família, ela resolveu usar a fé e tomar uma atitude.

“Embora eu fosse nova no Centro de Ajuda, quando surgiu a oportunidade de participar da campanha, decidi aproveitá-la para lutar pela minha família. Eu não estava feliz com minha situação familiar no momento. Havia separação. Meu irmão morava longe de casa e era viciado em cigarros.

Quando a campanha foi anunciada, descobri que ela terminaria um dia depois do meu aniversário. Tinha feito planos para aquele fim de semana. A ocasião significava muito para mim, pois eu ia fazer 18 anos, e já fazia 2 anos que eu estava planejando as comemorações.”

Para muitas adolescentes, o aniversário de 18 anos é algo único, por marcar a divisão entre a infância e a idade adulta e representar independência.

“Mas Deus me mostrou que seria um verdadeiro sacrifício se eu cancelasse meus planos e demonstrasse minha confiança nEle para mudar a situação da minha família e ajudar meu irmão a parar de fumar. Eu sabia que aquela era a escolha certa a se fazer, mas não queria.

Na primeira semana da campanha eu realizei pequenos sacrifícios, para fugir do que Deus havia me pedido. Mas eu não sentia que estava realmente sacrificando, pois aquelas coisas não me incomodavam tanto quanto pensar em abrir mão dos meus planos de aniversário. Então, sacrifiquei o que Deus tinha me pedido. Ao invés de seguir como planejado, decidi passar o dia na igreja e evangelizar.

Foi difícil, mas coloquei na cabeça que não ia passar o dia ‘celebrando a mim mesma’ enquanto continuava sofrendo com um lar destruído. Então, dediquei o dia à Deus. Como resultado, meu irmão parou de fumar e voltou para a Inglaterra, para organizar sua vida. Hoje, ele também frequenta a igreja.

Desde então, minha família diz que tem notado uma diferença enorme em mim. Agora, somos todos unidos e até rimos do passado. Encorajamos uns aos outros e nos respeitamos muito mais. Também participei de uma campanha para melhorar minha situação profissional. Pouco tempo depois, fui promovida e reconhecido como a melhor funcionária em meu trabalho, mesmo trabalhando apenas meio-período.”

Thando Gazava

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário