A que voz você tem dado ouvidos?

a voz de Deus, falta de discernimento, God, objetivo de formar,

wgjrGodllywood: Cristiane Cardoso destaca o motivo de muitos estarem naufragando na fé. Saiba qual é

A reunião mensal do Godllywood aconteceu neste sábado (13), no Templo de Salomão, na capital paulista, e foi transmitida, ao vivo, pelo Univer e por videoconferência para todo o Brasil.  A palestra foi conduzida por Cristiane Cardoso.

Desde o mês de janeiro, o grupo tem trabalhado com o objetivo de formar nas mulheres um espírito excelente, e, para isso, mensalmente trata de um tema específico, uma etapa necessária que deve ser vencida para se alcançar essa excelência espiritual.

Desta vez o tema foi discernimento.

E o que é discernimento?

“É a capacidade para perceber a diferença entre o certo e o errado. Aptidão para avaliar algo com sensatez e clareza. É ter bom senso”, respondeu a palestrante.  Discernimento é crucial para quem deseja agradar a Deus e ter um espírito excelente. Sem ele, todas as áreas da vida de uma pessoa são prejudicadas. Veja:

Na vida amorosa – A jovem se interessa por um rapaz e não consegue discernir se ele é adequado para ela. Entra num relacionamento e, mesmo percebendo sinais de que ele não serve para ela, insiste, com medo de ficar sozinha, e se ilude, acreditando que ele irá mudar.  Já a casada que não tem discernimento não sabe lidar com o marido que ainda não é da mesma fé ou com os problemas da relação.

A Bíblia diz:

“Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.”Provérbios 14.1

Na vida financeira/profissional – Ela entra em negócios com outras pessoas que só tiram proveito dela e acaba perdendo dinheiro, se prejudicando. Gasta descontroladamente e se enche de dívidas. Ela é até dizimista, faz propósitos pela vida financeira, mas tudo isso se torna nulo por causa da falta de discernimento. Ela investe em um curso e depois abandona e começa outro. Não é uma pessoa definida, não consegue discernir o que é melhor para ela, qual a vontade de Deus para a vida dela.

O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.”Provérbios 14.15

galeria7.300x200E não se trata de simplicidade de coração. Essa pessoa simples a que o versículo acima se refere é a pessoa sem discernimento, que é levada por qualquer ventinho. Ela se deixa influenciar por qualquer pessoa e baseia as suas decisões na opinião de terceiros. É a pessoa ingênua.

Na aparência – Ela não sabe se vestir de acordo com a idade, com o que é apropriado para o corpo dela. A indiscrição no seu modo de falar, de se comportar e até nas redes sociais não condizem com a postura de uma mulher de Deus. A pessoa que não tem discernimento causa uma péssima impressão de si mesma.

“Como joia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição.” Provérbios 11.22

Nos relacionamentos/amizades – A falta de discernimento a faz cultivar más amizades e envolver-se com pessoas que não lhe acrescentam nada e ainda prejudicam a sua fé; ou ela não sabe cultivar e manter uma boa amizade. É muito inflexível, difícil de conviver e, por isso, acaba afastando as pessoas.

O filho insensato é uma desgraça para o pai, e um gotejar contínuo as contendas da mulher.”  Provérbios 19.13

Na reputação – A reputação da mulher sem discernimento fica manchada devido às escolhas erradas que ela faz.

“Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro.” Provérbios 22.1

Na vida espiritual – Essa é a área mais prejudicada, pois sem discernimento a pessoa pode cair na fé. A falta de discernimento a faz perder tempo com o que não é prioridade. “Por causa da falta de discernimento, as pessoas estão se afastando de Deus, se afastando do objetivo principal. Cuidado, a falta de discernimento vai lhe levar para o inferno”, alertou Cristiane.

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” 1 Coríntios 15.33

galeria11.300x200A palestrante ressaltou ainda que ter um espírito excelente é ter discernimento. “Não é um luxo. Você precisa de discernimento como precisa de água, e Deus lhe dá de graça. Ele não quer que você dependa de terceiros, mas que tenha a direção dEle.”

O discernimento é necessário para blindar a fé, por isso é preciso valorizá-lo. Mas como obtê-lo?

Existem 3 vozes que nós ouvimos:

A voz do diabo – É a voz negativa, aquela que diz para você desistir, que  você não nasceu para ser feliz, etc.

A voz do coração – São os seus sentimentos. Quando você sente medo, insegurança, desânimo. É o coração falando.

A voz da consciência –  É nela que Deus fala. Deus fala na consciência e não no coração. Se a minha consciência está limpa, então o canal está aberto, Deus pode falar. Quando a nossa consciência nos acusa, Deus também fala conosco, e se damos ouvidos, o canal estará sempre aberto. “A pessoa que constantemente ignora a voz da consciência (a voz do Espírito Santo) e continua tomando atitudes erradas acaba naufragando na fé.”

“Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé”. 1 Timóteo 1.19

Então, o segredo é manter o canal (consciência) sempre aberto (limpo) para conseguir discernir a voz de Deus das outras vozes e assim dar ouvidos à voz correta. Do contrário, vai chegar uma hora em que Deus não conseguirá mais falar.

“Se você, todas as vezes ignorar a voz de Deus, se Deus falar e você não ouvir, é como se não quisesse o discernimento. Está tão envolvida com a voz do coração que deixa de usar a razão. Deus mostra os sinais, mas você não pode ser cega. A boa consciência diante de Deus e dos homens nos dá o prazer e o privilégio de ouvirmos a voz de Deus. Cuide dela”, advertiu Cristiane.

Compartilhe nas redes sociais.

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário