Uma nova forma de pensar a saúde

Estado de São Paulo, forma de pensar, passagens mais importantes,

Uma nova forma de pensar a saúde

Inauguração oficial do Hospital Moriah traz avanços para a área

“Cada vida é única, preciosa e não é só a matéria. Além do corpo, as emoções, o pensamento e a espiritualidade influenciam a saúde das pessoas. E é a harmonia desses fatores que favorece o processo de cura.”

Foi com essas palavras que a doutora Eunice Higuchi, que preside o Hospital Moriah, anunciou, no começo deste mês, a inauguração oficial do estabelecimento, localizado em Moema, na capital paulista.

O nome Moriah remete ao monte ao qual Abraão subiu para sacrificar seu filho Isaque em nome do seu amor por Deus, uma das passagens mais importantes da Bíblia. Também foi ali que o rei Salomão ergueu o primeiro templo.

Assim, o nome escolhido para a unidade transmite a mensagem que fé e medicina são complementos importantes quando o assunto é saúde. Por isso, o novo projeto, idealizado pelo grupo econômico Life Empresarial Saúde, traz inovações que devem transformar conceitos.

E tudo começa pelo ambiente. Segundo o jornalista Heródoto Barbeiro, mestre de cerimônias do evento de inauguração do hospital, ao entrar no espaço a pessoa não sente que está em um hospital.

“Quando você fala que é um hospital, as pessoas que olham de fora não acreditam. A arquitetura foi muito feliz. Quem entra neste espaço aberto se sente muito bem. E se sentir bem é o primeiro passo para recuperar a saúde”, afirma.

hosp2(1).300x200A paisagem é fundamental para a recuperação

O projeto arquitetônico foi uma grande responsabilidade para Siegbert Zanettini. Ele teve a missão de construir um hospital que transmitisse paz, segurança e esperança a todos, desde funcionários, pacientes, acompanhantes até àqueles que circulam ao redor e tudo isso de forma sustentável.

“Trabalho com hospitais há 55 anos e este foi um grande desafio. Fizemos questão de ressaltar as belezas naturais no ambiente: a luz natural, a água, a vegetação. Com certeza, estes bens que Deus nos deu trazem maior rapidez na reabilitação do paciente”, salienta o renomado arquiteto.

Padrão inspirador

Além dos diferenciais da construção do prédio, as novidades da área hospitalar também são características marcantes. “A proposta do Hospital Moriah é ser um modelo de atenção integrado. A primeira é o atendimento básico, que chamamos de autocuidado sustentável – promoção, prevenção e atenção à saúde”, explica a presidente da unidade, a doutora Eunice Higuchi.

A etapa seguinte é o direcionamento do paciente à operadora de saúde, que o direciona de acordo com o grau de complexidade da doença. “O hospital é principalmente voltado à área cirúrgica de alta complexidade e alto custo, mas integrado com os outros níveis de atenção à saúde. Não dissociamos o tratamento do paciente. É uma coisa só”, ressalta a presidente do Hospital Moriah.

O doutor David Everson Uip, secretário de Saúde do Estado de São Paulo, ficou deslumbrado com o padrão da nova unidade de saúde. “Inaugurar um hospital é um privilégio. Ainda mais com este nível e qualidade. A ecologia, o humanismo, carinho e afeto diferenciam este hospital dos demais e é o que as pessoas precisam hoje em dia”, elogia o secretário.

O secretário, que também é professor universitário, afirma que, para um sistema de saúde funcionar com excelência, é preciso unir ensino e pesquisa. “Fazer pesquisa no Brasil é um grande desafio. Tenho certeza que este hospital será uma grande inspiração.”

hosp3(1).300x200Instituto de Pesquisa chama atenção

Outro grande objetivo do hospital é contemplar a população com várias descobertas, novas patentes e, por isso, foram feitas parcerias importantes para oferecer tratamentos resolutivos à sociedade.

O doutor Marc Abreu é presidente do Instituto de Ensino e Pesquisa e afirma que a escolha de fazer ciência e pesquisa visa diminuir o sofrimento humano e prevenir que as doenças sejam mais fortes que a capacidade de vencê-las.

“Estabeleceremos colaborações estratégicas no Brasil e parcerias com instituições internacionais de renome, como a Universidade de Yale, para disponibilizar o que existe de mais avançado em tecnologia e conhecimento”, diz o médico.

hosp4(1).300x200Quando a fé é inteligente

Todo tratamento deve começar no cuidado com a vida espiritual. Contudo, há situações e problemas de saúde que são de caráter físico, por isso é preciso de atenção médica.

O Hospital Moriah chama atenção porque, além de ter um parque tecnológico avançado, corpo clínico de alto nível e um tratamento humanizado, tem a consciência de que a fé é uma grande aliada no processo de cura.

Esta forma de pensar a saúde traz uma nova maneira de lutar contra as doenças e traz muita esperança a todos os pacientes.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário