Profissões da Bíblia – Vendedor de tecidos

Crucifixion of Jesus, era muito forte, era temente a Deus, God, Jesus, por sua família,

Profissões da Bíblia - Vendedor de tecidosPaulo está em sua segunda grande viagem missionária, ensinando as pessoas sobre a Salvação em Jesus, e, enfim, chega à cidade de Filipos, na Macedônia. Fora da cidade, Paulo encontra um lugar para orar, juntamente com Silas, e eles conversam com as mulheres que estavam naquele local.

Uma delas é Lídia, que era temente a Deus. Sua profissão era de vendedora de tecidos de púrpura, na cidade de Tiatira. Após ouvir a pregação de Paulo, Lídia e sua família são batizadas. Vendo que os apóstolos não tinham onde ficar, ela os convida a permanecerem com sua família.

A Bíblia não relata, mas é possível que Lídia houvesse mudado de Tiatira para Filipos por causa do trabalho, e tudo indica que ela era a responsável por sua família, e que não tinha um marido.

Porém, a profissão de vendedora lhe permitia ganhos financeiros muito altos. Segundo Marco Valério Marcial, um poeta romano do século 1, um manto de púrpura, da cidade de Tiro, podia custar 2,5 mil denários – um denário era o valor de um dia de trabalho –, o que coloca esses tecidos como algo luxuoso para a época. Geralmente, os compradores pertenciam à elite política e militar. Seria como se ela fosse, hoje em dia, uma empresária do mundo da moda.

imgo-1

Comércio de tecidos na Antiguidade

Quando falamos em comércio na Antiguidade, uma forte referência é feita aos fenícios, porque eles eram os maiores promotores de vendas naquela época e comercializavam, além de tecidos, azeite, vinhos, móveis, joias e armas. Tinham uma grande vantagem por dominarem a tecnologia marítima.

Os barcos eram movidos por velas com a força dos ventos, as mercadorias ficavam estocadas no porão dos navios e eram protegidas em vasos de argila com areia dentro. Naquela época também já existia a pirataria, por isso era comum que um barco de guerra acompanhasse um barco de comércio, para evitar que saques ocorressem.

Havia postos comerciais fixados em vários lugares pelo Mediterrâneo, nesses postos ficavam marinheiros, comerciantes e artesãos. Porém, como o movimento era muito forte, o controle sobre as negociações, estoques e valores exigiu a criação de um alfabeto fonético pelos fenícios – o primeiro da humanidade –, qe possuía 22 letras e também acabou influenciando a criação do alfabeto ocidental de hoje.

O comércio de tecidos na cidade de Tiatira – hoje localizada ao oeste da Turquia – foi uma das especialidades do lugar, e para poder comercializar seus produtos era necessário que o vendedor pertencesse a uma das corporação de ofício – que tinham como objetivo regulamentar a profissão.

corantes-1.300x200Processo de criação do produto

Nem todos os tecidos eram tingidos, pois a maneira de se conseguir as cores era muito trabalhosa. Por exemplo, a cor azul era criada com o anil, e esse corante era extraído de uma planta chamada Índigo (foto ao lado).

Já a púrpura – especialidade de venda de Lídia, conforme relata a Bíblia – era um corante, geralmente de cor vermelha, ou roxa, extraído de caramujos marinhos (foto ao lado). Uma característica que ajudava a aumentar o valor desse produto era que, com o passar do tempo, a tinta não desbotava.

Porém, para que o tecido fixasse a cor que recebia, era necessário que permanecesse por um tempo exposto ao sol. No caso da púrpura, por exemplo, o molusco era esmagado e a glândula que produzia a secreção que dava o tingimento era retirada. Por 3 dias ela ficava de molho em uma poção salina e então tudo era fervido em água, durante 10 dias, para que pudesse ser aplicado ao tecido.

A vida profissional oferece um imenso leque de oportunidades. Se você quer aprender a empreender, participe do Congresso Empresarial da Universal, às segundas-feiras.

Todos as Segundas-feiras às 19h30 e também 12h 
Local:  Teatro Rainbow, 232 Seven Sisters Road, London, N4 3NX (Ou no Centro de Ajuda mais próximo de si!)
Linha de Ajuda 24h: 020 7272 1010

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário