Aprendendo a importância da família

fora de casa, resto da família,

familia

“Fui enviada para um colégio interno, por isso eu não tinha muito contato com a minha família. Isso fazia eu me sentir sozinha, como se ninguém me amasse ou se importasse comigo.

Antes de ir para o colégio, eu vivia com o meu pai e duas irmãs mais velhas. Eu as admirava, pois elas viviam vidas glamourosas, usavam roupas lindas e tinham os melhores namorados. Mas eu me sentia desprezada por elas, pois pensava, ‘por que elas iriam querer ficar em casa cuidando de mim?’

Fui morar com a minha mãe quando eu tinha 15 anos e as coisas pioraram. Eu era rebelde e discutia muito. Passava horas fora de casa, sem ela saber onde eu estava.

Em uma reunião que participei no Centro de Ajuda, aprendi que foi Deus quem criou a instituição da família. Isso nunca tinha passado pela minha cabeça, mas logo percebi o quanto a minha família é importante para mim. A maneira como eu via minha mãe começou a mudar. Em vez de sentir mágoa dela, comecei a respeitá-la. Hoje temos um relacionamento muito melhor.

Mas Deus não parou por aí. O meu relacionamento com o resto da família também está melhorando. Embora meu pai e eu estejamos em países diferentes, nós nos comunicamos o tempo todo. Também me reuni com uma das minhas irmãs mais velhas, que eu não via fazia oito anos. Agora eu converso com todos os meus familiares.”

Michelle Singizi

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário