Presidiário norte-americano alerta sobre o perigo de beber e dirigir

caminhada com Deus, God, relacionamento com Deus,

Veja a lição espiritual que você pode tirar do caso de Kris Caudilla

kris-caudilla-752x501.300x200Kris Caudilla é um presidiário norte-americano que chamou atenção do mundo ao participar de uma ação que alerta sobre o perigo de beber e dirigir. Ele foi condenado a 15 anos de prisão por causar um acidente fatal ao dirigir embriagado. O jovem, que na época tinha 26 anos, saiu de uma festa e dirigia descontroladamente pelas ruas da cidade de Jacksonville, no estado da Flórida, Estados Unidos. Ele entrou na contramão em uma rua e bateu em outro carro. O motorista do veículo, era um policial e deputado local, pai de quatro filhos que se dirigia para o trabalho. Ele acabou falecendo, Caudilla ficou internado em estado grave e, depois de recuperado, foi julgado e recebeu a sentença.

Ele diz que, no momento de diversão, pensava ter o controle da situação e acreditava que nada de ruim aconteceria. Mas ele estava errado. Veja abaixo o vídeo:

A importância de vigiar

caudilla100110-3.300x200Podemos tirar uma lição espiritual desse fato. Kris pensava estar acima de qualquer problema na noite em que resolveu dirigir bêbado. Enquanto se divertia com seus amigos, ele jamais pensaria que, algumas horas depois, mataria um pai de família. Da mesma forma, muitos cristãos pensam estar bem e que por serem antigos na igreja, terem um uniforme ou uma posição, podem se dar o “luxo” de frequentar lugares e estar com pessoas que jamais estariam quando iniciaram na caminhada com Deus. Por pensarem ser fortes o suficiente, acabam confiando em seu próprio braço e fazem coisas que enfraquecem a sua fé.

O problema é que, da mesma forma que Kris pensava ser invencível, esse cristão pensa que sempre terá oportunidades para se consertar com Deus, já que Ele é misericordioso. Mas até quando a pessoa terá tempo?

O bispo Renato Cardoso falou sobre esse assunto em seu blog. “É a síndrome do ladrão que é sempre pego na última vez que ia roubar. ‘Só mais essa, depois eu paro’. Quando finalmente acaba na prisão, aí ora a Deus e promete mudar. E Deus perdoa. Mas o ladrão terá de pagar sua dívida com a lei e cumprir seu tempo de prisão”, reflete.

Por uma irresponsabilidade, Kris matou um homem e poderia ter perdido a própria vida. Pelo mesmo motivo, muitos cristãos perdem seu relacionamento com Deus por viver em pecado, perdem a fé por seguirem a supostos amigos, se enfraquecem espiritualmente por focar mais em coisas materiais e passageiras.

Hoje, Kris se arrepende do que fez, mas terá que pagar pelo seu erro. Suas más escolhas lhe custaram 15 anos de prisão. Por isso, a pergunta que fica é: vale a pena continuar no erro?

O bispo Renato conclui: “Como alguém disse: a primeira coisa a fazer quando se está no fundo do poço é parar de cavar. Por isso, a inteligência espiritual nos ensina que a melhor coisa é não pecar. E se já pecou, parar o quanto antes”.

Se você se encaixa nessa situação, decida seguir um novo caminho a partir de agora. Compareça a uma reunião na Universal para fortalecer sua comunhão com o Criador. Veja aqui onde encontrar um templo mais perto de você.

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário