Deus não responde à oração de quem é amigado?

encontro com Deus, Escola da Fé, God, mandamentos de Deus, uma nova criatura,

noticia quartaÉ comum os novos convertidos terem dúvidas acerca da vida cristã, de como devem proceder agora que decidiram viver de acordo com os Mandamentos de Deus. Por isso, constantemente, buscam orientação e aconselhamento, a fim de se moldarem à vontade de Deus.

Isso é muito positivo, pois demonstra temor e respeito ao Criador. Entretanto, é preciso tomar cuidado para não se tornar desequilibrado na fé ou demasiadamente justo, conforme a própria Palavra de Deus orienta em Eclesiastes 7.16:

“Não sejas demasiadamente justo, nem demasiadamente sábio; por que te destruirias a ti mesmo?”

Obviamente isso não significa que a pessoa não deve se preocupar em se corrigir, em aprender sobre as coisas do Alto para crescer espiritualmente e estreitar o seu relacionamento com Deus. Pelo contrário, ela deve estar sempre policiando os seus pensamentos e as suas ações, a fim de não entristecer o Espírito Santo.

O segredo é o equilíbrio. Falhas sempre haverá, uma vez que a natureza do ser humano é pecaminosa, porém, uma coisa é cometer erros, outra, bem diferente, é viver deliberadamente no erro.

A maioria das pessoas — para não dizer todas — chega à Igreja com a vida toda errada, cheia de vícios, mágoas, ódio, na prostituição, na promiscuidade, enfim, vivendo segundo os próprios desejos. Conforme a pessoa vai conhecendo a Verdade e se arrepende, ela decide se entregar ao Senhor Jesus e, pouco a pouco, abandona tudo de errado que vinha fazendo até então.

Havendo um arrependimento sincero, seguido da mudança de direção — conversão —, Deus não levará mais o passado dela em conta, pois, a partir do momento em que desce às águas (batismo), se torna uma nova criatura:

“Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam.” Atos 17.30

Recorra à fé

O bispo Clodomir Santos falou acerca desse assunto, recentemente, em uma reunião do encontro com Deus, que acontece, aos domingos, no Templo de Salomão, na capital paulista.

Ele citou o caso de uma senhora que o procurou para aconselhamento porque todas as vezes que ela ia orar vinham pensamentos de acusação por ela não ser casada legalmente e, portanto, as suas orações não seriam respondidas.

Ela chegou à Igreja nessa condição; ela ainda não conhecia a Verdade quando foi viver com o companheiro. “Então, diante de Deus ela não estava em pecado”, esclareceu o bispo.

Sem contar que para regularizar a situação do casal não depende só de uma das partes. Nesse caso, é preciso sabedoria para, no afã de querer se consertar com Deus, não acabar criando contendas no relacionamento e fazer justamente o contrário: desagradar a Deus. Além disso, é preciso buscar entendimento e conhecimento da Palavra de Deus para não se deixar levar pelos pensamentos de dúvida soprados pelo diabo, a fim de enfraquecer a sua fé.

Naquilo que depende unicamente de nós para vivermos em paz e em harmonia com o outro é nosso dever nos empenharmos para conseguir, mas, para as coisas que estão fora do nosso controle, temos de recorrer à fé para alcançar:

“Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens.” Romanos 12.18

Quando a pessoa tem o entendimento da Palavra de Deus, ela não deixa espaço para o mal soprar pensamentos de dúvida, ela usa a fé com sabedoria, e o próprio Deus se encarrega de despertar também no cônjuge o desejo de se casar e viver uma vida reta diante d’Ele.

“Assim como você quer se casar para viver uma vida íntegra e reta diante de Deus, esse mesmo desejo vai ser despertado no seu marido (ou esposa) quando ele se converter.”

Quando, em vez disso, a pessoa fica insistindo com a outra, forçando uma situação, a única coisa que conseguirá é aborrecê-la e dar brecha para que o mal atue e crie contendas entre o casal. “Espere, faça a sua parte, cuide da sua vida com Deus, e o Espírito Santo vai agir nele (a), de modo que chegará o momento em que ele (a) mesmo dirá: ‘Vamos nos casar’”, orienta o bispo.

Pecando deliberadamente

Por outro lado, se você já conhece a Palavra de Deus e mesmo assim decide ir morar com a outra pessoa sem os compromissos legais do casamento, aí sim você estará pecando deliberadamente. “Nesse caso você estará cometendo um erro consciente, não há mais ignorância, é falta de temor da sua parte.”

Você que está vivendo nessas condições e deseja buscar aconselhamento espiritual, participe de nossa Escola da Fé, que acontece todas as quartas-feiras no Centro de Ajuda.

Data: toda quarta-feira
Horário: às 19h30 (também às 12h)

Para mais informações sobre horários e reuniões do seu Centro de Ajuda local, ligue para nossa Linha de Ajuda 24h: 020 7272 1010.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário