O preço da negligência

conhecessem a Deus, God, Noite da Salvação, suas próprias escolhas,

O preço da negligência

Leonie Watson (foto abaixo), uma britânica de 40 anos, foi diagnosticada com diabetes ainda criança e, a partir de então, precisou ser submetida a uma alimentação equilibrada e a todos os cuidados que um diabético deve tomar para manter a doença controlada, como medir a glicose do sangue e tomar doses diárias de insulina.

Enquanto eram os outros que decidiam por ela – já que ainda não tinha idade para fazer as suas próprias escolhas –, as recomendações dos médicos eram seguidas.

Até que… veio a adolescência, a fase da rebeldia.

Untitled-2Foi nesse período que ela percebeu que se deixasse de tomar as benditas doses de insulina uma vez ou outra não teria tanto problema assim. Afinal de contas, todas as vezes que ela deixou de tomar, nada aconteceu, então, não havia necessidade de tanta rigidez assim no tratamento – e que também não fazia mal consumir álcool de vez em quando.

Com esse pensamento, não demorou muito para ela abandonar de vez o tratamento e passar a viver de forma desregrada, ignorando completamente a existência da doença, mesmo tendo plena consciência dos danos que ela poderia provocar no seu organismo. Tudo parecia estar sob controle, até o dia em que acordou com a visão comprometida e, 1 ano depois, mesmo tendo recorrido a vários tratamentos para reverter a situação, estava completamente cega. “Fiquei cega por minha própria culpa”, reconhece.

As consequências das nossas escolhas

Durante anos Leonie negligenciou as recomendações médicas e, por conta disso, colheu o fruto de suas próprias escolhas. E é assim que têm agido muitos cristãos, e por isso têm perdido a visão espiritual, se tornado frios, desanimados e frustrados espiritualmente, porque têm sido negligentes com a própria Salvação.

Estão dentro da igreja, mas vivem como se não conhecessem a Deus. A exemplo de Leonie, se apegam ao fato de não verem de imediato as consequências de suas escolhas e por isso continuam desprezando as orientações e conselhos daqueles que tentam inutilmente lhes abrir os olhos.

Participam de cultos diariamente, ouvem sobre a necessidade de orar, ler e praticar a Palavra de Deus, obedecer os Seus ensinamentos e desviar-se do mal para manter a fé em alta e não colocar em risco a Salvação. Mas se recusam a abrir mão dos prazeres que o mundo oferece. Até o dia em que forem surpreendidos com a completa cegueira espiritual.

Quando a britânica se deu conta do preço que pagaria pela sua inconsequência já era tarde demais. Mesmo tendo recorrido aos mais diversos tratamentos, todos os esforços foram inúteis. A cegueira foi inevitável.

Talvez você não corra o risco de amanhã acordar cego, mas o risco de não acordar é real, o que é muito pior.

Porém, se está lendo essa matéria, para você ainda não é tarde demais. Basta decidir hoje mudar as suas atitudes e se voltar para Deus, buscar um renovo espiritual e fortalecer a sua fé.

Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito. Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz.”   Romanos 8.5,6

Não espere o completo esfriamento, não desperdice essa que pode ser a sua última chance. Cuide daquilo que você tem de mais valioso: a sua Salvação. Participe nesta quarta-feira da Noite da Salvação, uma reunião destinada especialmente para aqueles que desejam uma nova vida com Deus.

Para mais informações ligue para 020 7272 1010.

Gostou? Então compartilha: