Faça as pazes com o parceiro antes de dormir

dia a dia, por um motivo, um campo minado,

pazesPara muitos casais é difícil manter uma conversa pacífica. Parece que vivem em um campo minado em que as palavras acionam discussões explosivas. Mas, ainda que as brigas não sejam constantes no relacionamento, é importante saber solucioná-las. Um estudo publicado na revista científica Nature Communications revelou que dormir com raiva ajuda a gravar lembranças negativas no cérebro.

Pesquisadores da China e dos Estados Unidos avaliaram a atividade cerebral de 73 estudantes universitários. No teste, os colegas tinham que recordar acontecimentos ruins e em seguida lutar para esquecê-los. Eles acharam mais difícil esquecer as memórias negativas depois de dormir, segundo a equipe que conduziu a pesquisa. “Este estudo sugere que há certo mérito no antigo conselho que diz ‘não vá para a cama com raiva’”, disse à AFP Yunzhe Liu, coautor do estudo, que conduziu a pesquisa na Universidade Normal de Pequim. “Sugerimos que antes de ir dormir primeiro se resolva a briga”, declarou.

Normalmente, as discussões entre o casal acontecem por causa do choque das personalidades. Mesmo que os parceiros sejam compatíveis, suas opiniões podem divergir em algum momento. O ideal seria usar essas diferenças para enriquecer e não para desgastar o casamento. Outro causador de conflitos é o estresse do dia a dia. Circunstâncias inesperadas, dificuldades no trabalho, frustrações, cobranças e outras situações externas podem provocar um ambiente de tensão.

Mas, por meio desses choques, cada cônjuge pode aprender a se adaptar ao outro e a melhorar como pessoa. Contudo, isso só acontece se o casal souber aproveitar o momento conflituoso, afinal, pior do que brigar é não saber acabar com a briga. Quem não sabe lidar com a situação e quer uma solução, primeiro precisa identificar por que brigou.

Não piore a situação

É comum começar a discutir por um motivo e depois incluir outros temas na conversa. Não saia do foco nem crie uma nuvem de reclamações. Descubra o que causou a briga inicialmente e resolva uma questão de cada vez. Também não aproveite o momento para se vingar e falar tudo o que pensa sobre o parceiro. Isso acaba ofendendo e afastando a pessoa amada.

Entenda que o alvo a ser atingido não é o seu cônjuge, mas o problema que está entre vocês. Então entrem em um acordo e combinem o que ambos farão a respeito do que aconteceu para que o conflito não se repita. Se você não sabe se expressar, melhor se acalmar primeiro. Respire fundo e espere o momento certo para falar. Se for necessário, se afaste um pouco e dê tempo para que o parceiro possa refletir. Faça uma oração onde estiver e peça a direção de Deus para que se acalme e saiba falar com o parceiro ao retornar.

Controle os ânimos

Independentemente do motivo, discussões constantes podem afetar a saúde e até causar separação. Se o conflito surgiu por algo insignificante, peçam perdão um ao outro e finalizem o assunto. Se precisar falar sério com o parceiro, não inicie o diálogo de forma áspera, pois o que começa mal termina mal, prefira manter o tom de voz suave e se comunique sempre de forma amorosa.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das reuniões da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, no seu Centro de Ajuda local. A cada reunião, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

Gostou? Então compartilha: