Entenda: filhos precisam de regras e limites

durante as partidas, esse tipo de problema, um precioso exemplo,

Entenda: filhos precisam de regras e limites

Quando Iris Reis, de apenas 10 anos, pediu aos pais o jogo online “Overwatch”, que consiste em combates de tiros, ela pensava apenas em se divertir. Mas não foi o que aconteceu.

Após pouco tempo de uso, o pai da menina, Eron Reis, percebeu uma mudança no comportamento dela e estranhou. Além de baixar o volume do som do jogo, a garota ficava com o semblante entristecido durante as partidas. Ao averiguar o motivo, ele constatou que a garota estava sendo vítima de assédio moral e agressões verbais dos outros participantes.

A situação chegou ao ponto de Eron pedir que a filha se retirasse da competição. Além de apagar as mensagens no perfil de Iris, ele publicou em um grupo de jogadores numa rede social o ocorrido e colocou a menina à disposição para novos amigos e partidas. A postagem viralizou e ela recebeu inúmeros pedidos de amizade.

É preciso impor limites

Apesar de tudo parecer ter terminado bem, há um outro agravante nessa história: Iris não tem idade para participar desse tipo de jogo. Aos 10 anos, ela não teve como reagir às agressões dos outros jogadores – mais velhos – nem iniciativa para conversar com os pais sobre o que estava acontecendo, provavelmente por vergonha e medo de ter de sair do jogo.

Os pais devem supervisionar constantemente o comportamento de seus filhos. Mas não apenas isso, é preciso também impor limites e, caso seja preciso, saber dizer não.

Deus usou leis e mandamentos para colocar limites ao ser humano.

Em postagem no seu blog oficial, o escritor Renato Cardoso destaca que pais e mães podem tirar um precioso exemplo de como Deus lida com os Seus filhos. “Ele sabe que se limites não forem colocados às pessoas, elas virão de maneira desordenada e ferirão a si mesmas e a outras”, afirma.

Segundo Renato, um dos problemas mais sérios nos lares onde há filhos é a falta de limites. “Os pais, ora por ignorância, ora por não quererem ter dor de cabeça ou simplesmente para agradar aos filhos, acabam deixando eles fazerem o que querem. Como jogar videogame por horas, não sentar à mesa para comer com a família, gritar com os pais e por aí vai”, alerta.

Apesar de não gostarem de regras, os filhos precisam delas. “A imaturidade e a inclinação para o mal que toda criança e jovem têm são receita para se tornarem desastres humanos, se forem deixados sem nenhuma disciplina.”

Pai e mãe devem agir em conjunto para determinar certos limites. Comunique bem aos filhos o que foi decidido e não tenha medo de aplicá-los. Lembre-os sempre de que o objetivo é protegê-los do mundo, mas não exagere na dureza e rigor. Permita certos erros, eles também colaboram para o amadurecimento.

Você está sentindo dificuldades para impor limites aos seus filhos e precisa de ajuda? Participe da reunião Dia da Família, toda quinta-feira, ao meio dia. Você receberá as instruções necessárias para lidar com esse tipo de problema.

Data: Toda quinta-feira
Horário: ao meio dia

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário