Deixe seu marido cuidar de você

benefício da relação, cuida da família, Palavra de Deus,

Deixe seu marido cuidar de você

O homem tem um papel crucial no relacionamento. Entenda como a mulher pode agir para colaborar com as funções dele

Atualmente, a maioria das mulheres vive uma rotina diária cheia de compromissos. Com o passar do tempo, elas conseguiram superar seus medos, ultrapassar barreiras e tornar-se independentes para realizar seus objetivos.

Contudo, em prol dessa realização, muitas delas acabaram deixando com que essa independência interferisse no relacionamento. A mulher passou a ter atritos no lar porque deixou de exercer o papel atribuído a ela e também acabou impedindo o marido de exercer o papel dele.

Um desses papéis do marido, considerado o mais importante, é o de cuidar de sua esposa. “Está bem claro na história de como tudo começou. Deus criou o homem e a mulher para servir um ao outro. O homem foi chamado de marido, que quer dizer ‘cuidador’”, descreveu em seu blog o palestrante Renato Cardoso, educador e conselheiro de relacionamentos.

Ocorre que muitas mulheres, hoje em dia, se queixam de que seus maridos não lhes dedicam o devido cuidado. É claro que é dever deles mudar suas atitudes para o benefício da relação. Porém, se eles ainda não sabem como fazer isso, elas podem ajudá-los a ter essa compreensão.

Uma das formas é se deixar ser cuidada pelo marido, sendo uma auxiliadora que caminha ao lado dele. “A ideia de Deus para o casamento foi que o homem servisse a mulher e vice-versa. Uma competição sadia de quem faria mais bem ao outro. Isso é amor de verdade”, aponta o palestrante.

Outra maneira é deixar de fazer cobranças. Cobrar o marido para que ele seja cuidador, mas não exercer o papel original de esposa, revelará apenas uma atitude egoísta de sua parte. Em vez disso, não reclame nem crie expectativas baseadas nas atitudes dele.

A terapeuta de casais Analise Mendes Castro explica a tática. “ Experimente ser uma esposa dedicada a ele e ao lar, ajudando-o e respeitando-o nas decisões dele. Pare de querer apenas receber e comece a dar. Ele certamente irá se interessar em agradá-la e passará a cuidar de você”, ensina.

Autossuficiente, será?

As responsabilidades conquistadas pelas mulheres fizeram com que elas crescessem em diversas áreas, mas esse crescimento prejudicou os relacionamentos.

Esposas e maridos acabam desempenhando as mesmas funções no casamento e, com isso, muitos homens não veem mais a necessidade de proteger suas esposas. “O homem pensa: ‘se ela diz que não precisa de mim, para que eu vou cuidar dela?’ Então, se afasta ainda mais”, argumenta Analice.

KOC_0854.300x200Elas, por sua vez, dizem que não precisam depender dos maridos para se sentirem seguras e protegidas, como aconteceu com Vanessa Alves Alvarenga, de 36 anos. (foto ao lado)

Ela aprendeu desde cedo que teria que ser uma mulher independente e que não deveria depender de um homem para tomar suas decisões. “Eu comecei a trabalhar cedo e dizia que a mulher é quem deveria mandar em uma casa, já que ela é quem cuida da família e dos filhos.”

Quando casou com Bruno Alvarenga Ferreira, Vanessa não admitia ser protegida por ele. Por isso, muitos atritos aconteceram. “Eu não aceitava que meu esposo assumisse o cuidado do lar, porque eu sempre conquistei tudo sozinha. Eu era autossuficiente, tomava as decisões com base no que eu pensava.”

Ela conta que algumas vezes seu marido queria ajudá-la a resolver seus problemas, mas ela, orgulhosa, não aceitava. “Uma vez eu estava com as parcelas do carro atrasadas. Ele era meu namorado e queria estender a mão para mim, me ajudar. Eu não deixava, porque pensava que, se fizesse isso, ele iria se sentir meu dono.”

No dia a dia da casa, já casados, ele também se interessava em protegê-la. Ela, por sua vez, o criticava. “Ele, às vezes, dizia que iria me ajudar preparando uma comida, por exemplo. Eu ficava brava com ele, achava que ele iria me dominar, que seria melhor do que eu. E isso não poderia acontecer, porque eu me sentia mais inteligente que ele, ganhava mais, etc.”
Quando Bruno sugeriu a Vanessa que ela abdicasse de seu trabalho para se dedicar integralmente à família, ela ficou indignada. “Meu chão se abriu. Entrei em conflito, porque eu iria deixar de ser a mulher que tinha tudo para viver só à custa dele”, afirma.

Então, ela começou a participar de palestras direcionadas a mulheres e a meditar na Palavra de Deus sobre como uma esposa deveria ser com seu marido. “Percebi que meu esposo dependia de mim e passei a dar o que ele precisava. A partir disso, ele nunca deixou de cuidar de mim ou deixou faltar algo que eu precisasse. Entendi que meu marido é meu aliado”, destaca.

O Godllywood visa auxiliar mulheres em toda e qualquer situação, desde que ela deseje realmente ser auxiliada e moldada para uma mulher melhor. Participe em um dos nossos seminários ao vivo, todos os Domingos, às 17h somente no Teatro Rainbow, 232 Seven Sisters Rd, Londres, N4 3NX.

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário