Corrente humana salva nove pessoas de afogamento

poder de destruir, um problema espiritual, uma corrente humana,

corrente humanaUm acidente numa praia da Flórida, nos Estados Unidos, que tinha tudo para ser uma tragédia, se tornou um exemplo de união e solidariedade. O problema começou quando dois filhos de Roberta Ursrey estavam na água gritando por socorro, por estarem longe da orla e não conseguirem voltar. Então, ela e alguns familiares se lançaram ao mar para socorrer as crianças. A mãe, o pai, um primo, a avó e mais três pessoas que se solidarizaram nadaram até o local, mas ninguém conseguiu se salvar. Os nove ficaram à deriva e começaram a pedir ajuda.

Ao perceber o afogamento, a banhista Jessica Simons pegou uma prancha e nadou em direção à família, enquanto seu marido formava uma corrente humana para ajudar a trazer as pessoas de volta à margem. Cerca de 80 pessoas deram as mãos e alcançaram uma distância de quase 100 metros. Graças à atitude, todos foram salvos. Fotos da mobilização foram postadas numa rede social de Jessica que foi compartilhada milhares de vezes e correu o mundo.

O poder da uniãocorrente humana 2

Enquanto a união do grupo de pessoas foi capaz de realizar um ato heroico, a divisão poderia ter colocado tudo a perder. Se um deles se negasse a ajudar, talvez a família não fosse salva. A divisão pode ter muitas causas: orgulho, egoísmo, maus olhos, criticismo (qualquer forma de julgamento), entre outros, e tem o poder de destruir relacionamentos e frustrar qualquer tentativa de sucesso.

Certa vez, Jesus deu um ensinamento sobre o assunto, quando foi acusado de expulsar demônios pelo poder do chefe dos demônios:

“Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?”, Mateus 12:25, 26.

“Unir forças é algo tão poderoso que nem Satanás abre mão disso. Ele é a essência do ódio, da contenda, do desamor, mas quando age para causar destruição, nem ele dispensa a força da unidade”, explica o apresentador e escritor Renato Cardoso.

Seja qual for o problema que você enfrenta, não vencerá enquanto estiver dividido. Se for um problema no casamento, una-se ao seu cônjuge para vencê-lo. Se for familiar, pare de atacar as outras pessoas, seja parte da solução e não do problema. Se for um problema espiritual ou interior, não deixe que as dúvidas ou medo dividam suas forças. Se una com o Criador, decida crer e vencer essa situação. Seja qual for a situação, a solução está na união, com Deus, em primeiro lugar.

Gostou? Então compartilha: