Adultério à luz da Bíblia

atitude do ator, enganado muitas pessoas, falta de respeito, motivo da separação, o Livro Sagrado, passagens bíblicas, sofrer duras consequências,

O Livro Sagrado alerta sobre as consequências da traição, capazes de abalar de forma drástica a vida das pessoas envolvidas

Amar uma pessoa e ser traído por ela é uma das coisas mais difíceis de suportar. Muitos não conseguem perdoar e veem suas vidas paralisadas, ao alimentar mágoas e ressentimentos. Normalmente, a vítima da infidelidade sente-se fragilizada, com a alma ferida.

“Mas àquele que comete adultério falta entendimento; arruína sua alma o que faz tal coisa” (Pv. 06:32). Essa é apenas uma das inúmeras passagens bíblicas que alertam sobre as conquências de uma traição.

Em todo o Livro Sagrado há referências claras sobre tal comportamento, que pode abalar de forma drástica a vida de todas as pessoas envolvidas.

A infidelidade e a falta de respeito nos relacionamentos atuais são o principal motivo da destruição de matrimônios. Isso tem levado muitos filhos a sofrer duras consequências por conta das más escolhas dos seus pais.

Novela da vida real
No início desta semana, uma história de traição, semelhante às que são abordadas em novelas, pôs fim ao casamento do ator Bruno Gagliasso com a atriz Giovanna Ewbank, segundo sites especializados.

O motivo da separação teria sido o envolvimento do ator com a modelo Carol Francischini, que estaria esperando um filho dele. Bruno e Giovanna estavam juntos havia mais de 2 anos.

Nesse caso, muitas pessoas tendem a acreditar que a exploração da sensualidade e a superexposição, comuns na profissão de Bruno, tenham alguma influência na atitude do ator.

Flertes e envolvimentos extraconjugais, que podem ocorrer no trabalho ou em qualquer outro ambiente, têm enganado muitas pessoas que se encontram em um momento frágil emocionalmente ou no casamento. Nessa hora, elas se apegam à possibilidade de prazer e alegria, geralmente momentâneos e ilusórios.

Infidelidade, engano e morte
Apesar de os escândalos envolvendo traições no meio artístico serem mais visados, a infidelidade costuma acontecer entre casais de todos os níveis e classes sociais.

Recentemente, um relacionamento extraconjugal teria motivado um crime, ainda controverso, ocorrido na cidade de São Paulo. Trata-se do assassinato de um executivo da empresa de alimentos Yoki, Marcos Matsunaga, que foi morto pela própria esposa, Elize Matsunaga, com um tiro na cabeça – e que teve o corpo esquartejado pela mulher.

Desconfiada do marido, Elize contratou um detetive que, dois dias antes do crime, teria lhe mostrado imagens do executivo com outra mulher, uma garota de programa, em situações bastante íntimas.

A mulher do empresário confessou o crime, alegando que uma briga por conta da descoberta da traição teria sido o estopim para que ela atirasse no marido, após ele tê-la agredido.

A Justiça já decretou a prisão preventiva de Elize, que deve ser levada à júri popular. Segundo o Ministério Público de São Paulo, a pena dela, caso seja condenada, deve ser de, pelo menos, 34 anos de reclusão.

A filha do casal, de apenas 1 ano de idade, está sob a guarda de uma tia de Elize. A menina estava no local do crime no momento do ocorrido. Esse cenário retrata quão profunda pode ser a consequência de uma traição.

A infidelidade conjugal costuma provocar feridas na alma, desestruturando famílias e criando filhos rebeldes, por conta da mágoa e da dor geradas pela traição.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário