Você se deixa apaixonar

de si mesma, Eu escolho tudo, Por isso eu digo…,

 É muito comum ouvir alguém dizer, “eu não escolhi me apaixonar por ele, simplesmente aconteceu.”  E com esse argumento, a pessoa se faz incapaz de sair de um relacionamento que lhe faz mal, procura não ver o que está bem debaixo do nariz, e acaba se sentindo a vítima quando tudo se acaba e tem que ficar ouvindo de todos“eu te falei que ele não prestava!”

 Eu já discordo com essa teoria de que você não teve uma escolha. No tempo que eu me conheço como mulher e trabalho com outras mulheres, uma coisa é certa: a mulher é muito mais esperta e perceptiva do que ela pensa ser. Nós fomos criadas com algo semelhante ao sexto sentido, e creio que Deus já nos fez assim justamente para auxiliar ao homem que é tão racional, que acaba deixando a desejar detalhes importantes. O que para nós é um talento! Somos detalhistas e devemos nos orgulhar disso, temos um papel altamente importante na sociedade.

Sabemos exatamente o que se passa ao nosso redor e decidimos o que fazer com cada detalhe, mesmo que este esteja disfarçado. Por isso eu digo…

Não somos controladas por uma paixão e sim decidimos nos deixar levar por uma paixão.

Quando aquele rapaz se aproximou de você, você sabia que ele lhe faria mal, e mesmo assim, se deixou se apaixonar. Você gostou da atenção que ele lhe dava, e se permitiu em aceita-la. Todos os demais sinais que estavam lhe alertando sobre o acidente que você teria cedo ou tarde naquela velocidade, você decidiu ignorar.

Veja quantas vezes você decidiu algo a respeito daquele relacionamento! Será que você pode se considerar uma vítima então? Só se for de si mesma! É isso que muita gente não consegue enxergar… quem está planejando uma decepção lá na frente para você não é aquele rapaz (que faria isso com qualquer outra mulher) e sim o seu próprio coração. Ele sim, lhe leva a essas cegueiras na vida. Ele é tão enganoso que a gente não pode nem confiar em nós mesmas! É por isso que eu me desvio do mal, pois se eu sei que dentro de mim há um coração que me quer mal e que tentará de todas as formas me enganar, já pensou se eu dou trela para as sugestões dele?

Mas é isso que muitas fazem quando aceitam aquela amizade ‘inocente’ no Face… quando aceitam trocar número de celular com rapazes que nem conhecem bem… quando ficam procurando estar perto desses lobinhos a qualquer custo.

Elas estão praticamente implorando para os seus corações lhe darem desgosto! Eu escolho as minhas amizades sim. Eu escolho tudo – desde as notícias que eu vou ler até os amigos que aceito no meu Face. Gosto de ser bem seletiva com o meu tempo também, pois o acho extremamente valioso. E nessa minha rotina básica, facilmente consigo fazer decisões certas, pois o meu coração corrupto está constantemente preso na jaula do meu espírito.

Já posso até ouvir alguém lendo isso dizendo “ah mas é fácil para você fazer isso, já é casada, não passa por essa carência que sinto!”

Só que aqui vai uma notícia para você: Eu já era assim antes mesmo de conhecer o meu marido. Isso quer dizer que se eu pude viver sem qualquer atenção masculina um dia para me guardar do mal, você pode também.

 

O problema é… será que você quer?

 

Cristiane Cardoso | cristianecardoso.com

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário