Universal 45 anos: Os primeiros passos de uma conquista

45 years

No dia 9 de julho de 2022, a Universal completará 45 anos de existência.

Na matéria de hoje, você vai entender como a fé sobrenatural foi fundamental para que uma Igreja que começou em um coreto pudesse alcançar centenas de países e milhões de pessoas mundo afora.

Edir Macedo nasceu no dia 18 de fevereiro de 1945, na pacata cidade de Rio das Flores – Rio de Janeiro. Ele foi o quarto filho de Henrique Bezerra e Eugênia de Macedo Bezerra, dona Geninha, como era carinhosamente conhecida. Ao todo, essa mãe guerreira teve 33 gestações, mas apenas sete filhos sobreviveram.

Em 1963, iniciou a carreira profissional como funcionário público. Tornou-se contínuo na Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj) e trabalhou no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como pesquisador no censo econômico de 1970. Chegou a completar 16 anos de carreira como funcionário público, mas deixou o cargo para se dedicar à Obra de Deus, o que, na época, foi considerado por algumas pessoas uma loucura.

Batizado com o Espírito Santo, o Bispo Edir Macedo pede uma oportunidade de pregar o evangelho na igreja que frequentava, “Nova Vida”, mas seus líderes na época não deixavam. Com o desejo intenso de ganhar almas, Edir Macedo e seu cunhado Romildo Ribeiro Soares, conhecido como R.R. Soares migraram para a igreja Casa da bênção, ali, mais uma vez teve seu chamado para a pregar o evangelho negado.

Mas, o fogo do Espírito Santo continuava ardendo e, então, o Bispo decidiu seguir seu caminho. Com uma Bíblia em mãos e uma caixa de som portátil ele se01420bb7da050b0d76a09cca4e118be7 600x435 1 1 dirigiu ao Coreto do Méier no estado do Rio de Janeiro onde realizou sua primeira reunião. Ele levou a Palavra de Deus aos que passavam por ali. Hoje, 45 anos mais tarde, vemos o impressionante crescimento que o Espírito Santo promoveu, por meio desta obra, para a glória de Deus.

“Quem passava pelo coreto do Méier sabia que algo diferente acontecia ali…O coreto era encardido e tinha um cheiro insuportável de urina. Ainda assim, eu me mantinha em pé e prosseguia a rápida reunião com um ensinamento do Evangelho. Falava sempre da salvação e orava por quem desejava aceitar Jesus…Cinco, dez, quinze, até trinta pessoas passaram a acompanhar fielmente minhas pregações a céu aberto”. (Trecho retirado do livro “Nada a Perder 1”).

Era manhã do dia 9 de julho de 1977, um sábado, e algumas pessoas que moravam no bairro da Abolição, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, presenciavam uma movimentação diferente, pois aquela era a data marcada para um nascimento planejado e especial: o do primeiro templo da Igreja Universal.

O antigo galpão de uma funerária foi o local escolhido para acolher cerca de 225 pessoas na reunião inaugural. Após a inauguração, a igreja recebia mais de 400 pessoas durante as reuniões diárias.

“Dias antes, passamos as madrugadas cuidando do mínimo para o funcionamento do imóvel. Pintamos as paredes, descascamos o chão, consertamos os banheiros, produzimos uma limpeza geral. Os marceneiros contratados a custo de mão de obra encerravam os últimos ajustes do altar e do púlpito. Os bancos de madeira, comprados em prestações a perder de vista, estavam posicionados para receber o novo público.”

bm radioNos anos 1980, a Universal realizava o trabalho de evangelização pelos meios de comunicação em horários alugados no rádio e na televisão. Mas o Bispo Edir Macedo já sentia a necessidade de ter um veículo próprio para pregar o Evangelho. Foi quando surgiu a oportunidade de adquirir a Rádio Copacabana, uma das emissoras AM mais populares e famosas do Rio de Janeiro naquele período.

“A emissora exigia a minha frequente presença em seus primeiros anos de funcionamento. E eu compreendia essa aquisição como uma meta atingida para a pregação do Evangelho”, diz o bispo. Os dias, noites e madrugadas dele eram dedicados à programação e ao atendimento espiritual aos ouvintes.

Passados 45 anos daquela manhã de inverno, a Universal cresceu e se multiplicou pelo mundo. Hoje, são mais de 12 mil templos em 142 países, dos cinco continentes, onde milhares de bispos e pastores levam a fé e a crença no Deus vivo.

“Ali, naquele instante, na ressurreição dos ‘mortos da funerária’, começou a Igreja Universal que conhecemos hoje. Tudo isto era minúsculo, algo muitíssimo pequeno perto de tantas situações extraordinárias que viveríamos. Incontáveis batalhas que nos colocaram entre a vida e a morte, mas inúmeros triunfos fora do comum. Centenas de países, milhares de pastores, milhões de obreiros e membros fiéis. Uma igreja pulsando fé e vida. Almas ganhas para o Reino de Deus”. (Trecho retirado do livro “Nada a Perder 1”).

Igreja Universal ao redor do mundo

Angola Panama New-Zealand Fulton-Street SA Finsbury-Park-scaled templo-de-salomao-768x511-1 Jamica Israel-scaled

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário