Salomão

diante de Deus, fim de sua vida, livros da Bíblia, relacionamento com Deus, relacionamento de intimidade, seu relacionamento com Deus,

Sempre quando leio Provérbios, Eclesiastes, e Cantares penso no autor desses livros, Salomão.Ele foi o tipo de pessoa que todo mundo se espelharia hoje. Inteligente, rico, bem-sucedido, e provavelmente muito bonito. Ele não era só admirado pelo seu povo mas também por reis e rainhas daquela época.

O problema é que ele não terminou a sua vida com essa mesma reputação. Após muitos casamentos que consequentemente o levou a uma fraqueza espiritual muito grande, Salomão não deixou para trás o mesmo respeito que seu pai, o Rei Davi, havia deixado na sua morte.

A diferença dos dois era bem óbvia. Davi sofreu muito para conquistar o seu reinado e mesmo depois de ter conquistado, errou muito, mas mesmo assim, não deixou que os seus erros afetassem o seu relacionamento com Deus. Ele se arrependeu, não fingiu ter errado somente por ser um homem—ele pagou pelos seus erros na humildade, tudo para não perder o que mais apreciava, seu relacionamento com Deus.

Salomão não sofreu para conquistar o seu reinado e ao conquista-lo, se apegou a Deus por um tempo, enquanto precisou. Assim que ele já tinha o que queria, não investiu mais na sua fé. Errava e não se humilhava diante de Deus. Um homem com tanto conhecimento não foi sábio o suficiente para entender que tudo dependia de sua comunhão com Deus.

Eu creio que ao reconhecer isso, já tarde demais para ele, decidiu escrever esses dois livros da Bíblia—inspirado pelo próprio Deus. Emvários versículos, até parece que ele está falando dele mesmo…

Salomão deixou para mim e para você o segredo de como manter um sucesso que ele teve momentâneo, embora fosse rico, bonito, e muito inteligente. No livro de Provérbios, ele escreve sobre a sabedoria e o comportamento humano. Cada versículo mais forte do que o outro.

No livro de Eclesiastes, ele conta como tudo que se normalmente considera importante é uma vaidade da vida. Ele mesmo tinha experiência disso, chegou ao fim da vida e reconheceu isso na dor.

Já no livro de Cantares, ele descreve o relacionamento de intimidade que Deus tem com aqueles que O conhecem de verdade. A princípio, o livro parece sensual, mas quem tem espiritualidade, entende muito bem o espírito de cada versículo e sua vida com Deus nunca mais continua a mesma.

Quem é sábio, aprende com o próprio Salomão o que fazer e o que não fazer para que a sua sabedoria não se torne inútil no fim de sua vida.

Cristiane Cardoso

cristianecardoso.com

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário