Quanto tempo seu filho deve gastar em frente ao computador?

obesidade e depressão,

Quanto tempo seu filho deve gastar em frente ao computador?

Qual o pai que não trava uma batalha constante com o filho para que ele deixe de lado, pelo menos por algumas horas, a tela digital dos celulares, computadores ou iPads? Por muitos anos, a Academia Americana de Pediatria (AAP) recomendava um tempo máximo de duas horas por dia para crianças e adolescentes, além de alertar sobre os perigos que a era digital poderia trazer, como obesidade e depressão. Pesquisas também vinculavam o tempo de permanência na tela digital com o aumento do estresse e das baixas notas acadêmicas. Não é mero acaso que os aparelhos digitais têm tirado o sono de muita família.

Bem, de acordo com um estudo publicado semana passada pelo jornal britânico Psychiatry Quartely, essa batalha pode começar a ganhar uma linha mais tênue. O estudo analisou em 2013 o comportamento de 6,089 adolescentes americanos que usavam tecnologia frequentemente e concluiu que, até seis horas por dia, aparelhos digitais não danificam comportamentos e estereótipos, se compartilhados com atividades físicas, estudos e uma boa noite de sono.

O autor da pesquisa, o psicanalista Christopher J Fergunson, do Departamento de Psicologia da Universidade de Stetson, na Florida, pontuou que o conceito atual deve ser diferenciado da antiga recomendação da AAP por razões óbvias: “ Não podemos comparar a tecnologia de hoje com a de 20 anos atrás. Com base nesse estudo, bem como em outro grande esboço de Andrew Przybylski, da universidade de Oxford, passar até seis horas por dia em frente a uma tela digital é bastante normal, e a atividade não deve ser associada a resultados negativos”.

Por que o seu filho deve participar do Jejum de Daniel

A quantidade de horas que uma criança ou adolescente passa em frente a uma tela digital deve ser associada, indistintamente, a qualidade do produto oferecido.

Tudo o que o seu filho assiste faz bem para ele? Quantas vezes você se preocupou com o filme ou a novela que ele estava assistindo? Quantas vezes ouviu a sua filha cantarolar uma música que não era própria para a idade dela – ou própria para qualquer idade?

O Jejum de Daniel é a oportunidade que as famílias têm para se resguardar do conteúdo mundano jogado sobre nós todos os dias. A Bíblia ensina que devemos mostrar às crianças o caminho pela qual devem andar desde cedo:

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Provérbios 22.6)

Durante esses 21 dias de jejum, proteja a sua casa contra conteúdos maléficos. Aproveite para dar mais espaço aos conteúdos cristãos. Uma boa opção para a criançada é assistir ao Univer Vídeo, que traz a sessão “kids”, com uma grande variedade de animações para os pequenos. A plataforma também oferece filmes e outras opções para toda a família.

Leia a Bíblia, medite na Palavra de Deus, dedique tempo para orar com a sua família e auxilie todos em sua casa, independentemente da idade, a participar do Jejum de Daniel. Ainda que não seja fácil, é essencial.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário