Gente pirata?

época do Senhor Jesus, falta de educação, God, seja mais difícil,

542242974

Você já deve ter tido contato com alguma mercadoria falsa, hoje há milhões espalhadas por aí. Existe até uma classificação para elas: primeira linha, segunda linha…quanto mais semelhante, melhor para enganar!

O mercado de obras de arte também sofre com as falsificações cada vez mais perfeitas dos grandes artistas. Pessoas talentosas que poderiam criar suas próprias obras, emprestam seus conhecimentos para ludibriar.

Você já deve ter ouvido sobre o falso político, falso médico,  falso policial, falso pastor, falso obreiro, perfis em redes sociais falsos, etc.

Por isso, vemos a sociedade em falência de valores. A corrupção do coração humano chegou a tal ponto, que tem sido uma árdua tarefa viver.

Parece normal e aceitável a falsidade.

A pior crise não é econômica ou política. O problema não é o aumento da gasolina ou a falta de educação, como muitos acham. Apesar disso tudo ser muito ruim, há coisas muito piores que alojam-se no interior e torna a pessoa no que ela de fato é.

Tem pessoas dispostas a fazerem tudo para se promoverem e para realizarem suas ambições pessoais.

Bajulam, simulam ser o que não são, mostram a doçura de adoçante (nada natural) a quem interessa, sutilmente desmoralizam o outro, manipulam, criam mal-entendidos e tem uma habilidade em dizer o que as pessoas gostam de ouvir.

E, muitas vezes pessoas falsas conseguem alcançar posições de destaque. Geram discípulos – gente com o mesmo caráter.

A quem interessa: delicadeza, beijinhos, largos sorrisos, tapinha nas costas e favores.

A quem não interessa: indiferença, pisão no pé, piadinhas e grosserias.

É familiar a você alguma situação dessas?

Já haviam muitos hipócritas na época do Senhor Jesus. Eles causaram um prejuízo enorme a fé. Colocavam fardos nas pessoas com ensinamentos impraticáveis de tão pesados. Transformaram o templo em covil de salteadores, seus seguidores eram cascudos de tanta religiosidade. Foram os únicos que ouviram severas palavras do Senhor Jesus, como: “raça de víboras, exteriormente parecem justos, mas no íntimo são sepulcros caiados”.

Sabia que, pessoas muito emocionais correm mais riscos de serem enganadas e sofrer. Então seja racional e observe sempre.

Não acredite em tudo que lhe falam, principalmente se for um assunto  referente a uma outra pessoa  –  questione ( mesmo que internamente). Isso evita que você cometa injustiça, caso não seja verdade.

Tenha uma visão macro, ou seja, percepção daquela pessoa com todas as demais. Isso ajuda  a discernir o caráter e a intenção dela.

E não posso terminar esse texto só falando dos outros e esquecendo de nós mesmos.

Devemos nos avaliar em cada detalhe:

  1. Só faça um elogio se realmente acha que merece – as redes sociais estão cheias desse comportamento. Escrevem LINDA, quando na verdade acha horrível.
  2. Não diga que está morrendo de saudades, quando de fato não gostaria de conviver mais com aquela pessoa.
  3. Não vá a igreja para cumprir uma obrigação.
  4. Nunca demonstre ser o que não é.

Seja sincero sempre, mesmo que isso te faça ter menos amigos;  ou seja excluído de algum círculo de convívio. Pode ser que o seu caminho seja mais difícil e longo, todavia é o melhor a trilhar.

Para mim não há nada mais valioso quando alguém me oferece sua amizade sincera. E você?

Cristiane Cardoso
cristianecardoso.com

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário