“Faça como se estivesse fazendo para Deus”

aprender coisas novas, mundo dos vícios, postura do profissional,

“Faça como se estivesse fazendo para Deus”

Eu sempre falo para os meninos aqui no meu trabalho: quando vocês forem fazer alguma coisa, procurem fazer como se vocês estivessem fazendo para Deus. Você vai fazer sempre o seu melhor.

A frase acima foi dita pelo líder de logística, Marcos Aparecido Gomes da Silva (foto ao acima), de 30 anos, e foi dirigida a um novo funcionário, que supostamente estaria em treinamento na empresa. Contudo, o que Marcos não sabia naquele momento era que o “colaborador aprendiz” tratava-se, na verdade, de seu chefe, que estava disfarçado e observava a postura do profissional.

Essa orientação provocou surpresa e ao mesmo tempo admiração no diretor da prestigiada empresa em que Marcos trabalha, pois, como o próprio líder observou, “somente quem pensa dessa maneira faz tudo com amor”.

Em apenas três anos, Marcos foi promovido cinco vezes, e, começou de baixo, como ajudante geral. Atualmente, como líder de logística, ele coordena uma equipe de 37 pessoas.

Quando comecei a trabalhar aqui, como ajudante, eu coloquei na minha cabeça que não poderia perder mais uma oportunidade na minha vida. Fui me esforçando para aprender coisas novas, fazendo tudo com seriedade, responsabilidade, respeitando a todos que estavam ao meu redor. Procurei me profissionalizar nas áreas que eu poderia crescer aqui dentro da empresa e fiz os cursos necessários. Eu sempre dei o melhor de mim para executar as tarefas do dia a dia. Fui me aprimorando cada vez mais, colocando em prática os ensinamentos da fé, ou seja, de lutar e não desistir, dando o melhor em tudo que me fosse confiado”, conta Marcos.

Um passado de lutas

Porém, Marcos diz que no passado enfrentou muitas lutas e obstáculos em sua vida. Durante a infância, em Maceió, capital de Alagoas, passou por muitas dificuldades, mas observa que sua mãe, muito batalhadora, nunca deixou de lutar pelos filhos.

A juventude também não foi tranquila. Marcos conta que era rebelde, que brigava com os irmãos e não dava importância aos estudos. O padrasto era alcóolatra e quando chegava a casa agredia a todos – tempos depois, a mãe de Marcos terminou esse relacionamento. Nessa mesma época, um dos irmãos de Marcos foi assassinado com 7 tiros – o autor dos disparos foi um antigo amigo dos irmãos.

Por causa de festas e más amizades, Marcos entrou no mundo dos vícios. Ele começou pelo cigarro, depois foi para a maconha, cola de sapateiro, terminando por usar crack e cocaína. E embora tentasse e se esforçasse para mudar de vida, não conseguia. Teve uma filha com a ex-mulher, que atualmente está com 6 anos de idade. “Eu era desacreditado por todos, até mesmo pela minha família, não tinha perspectiva de vida”, relembra.

O momento de transformação

Marcos diz que o que marcou a mudança de sua vida foi ter participado dos encontros que acontecem no Centro de Ajuda. Por meio da orientação de pastores e voluntários, recebeu cuidados, palavras de Salvação, e aprendeu que Deus pode mudar a vida de qualquer pessoa.

Hoje, ele auxilia no grupo Força Jovem Universal, e usa a sua experiência em um mundo de dor e sofrimento, para ajudar a resgatar jovens que se encontram na mesma situação em que um dia ele esteve, conscientizando-os sobre os males dos vícios.

Assim como Deus mudou a minha vida, também vai mudar a desses jovens. Nós ensinamos a eles que para ser feliz não é preciso de drogas, baladas, prostituição, falsas amizades. A única coisa que eles precisam é ter a presença de Deus em suas vidas, que todos os seus sonhos irão se tornar realidade por meio da fé”, destaca Marcos. Ele fala sobre inúmeros acontecimentos bons que fazem parte dessa nova fase, entre eles, o seu atual casamento.

Por meio de sua experiência, Marcos deixa alguns conselhos: “Nunca desista de lutar pelos seus sonhos. Dê sempre o seu melhor. Tenha fé. Acredite no seu potencial. Busque ser o melhor naquilo que você faz. Nunca deixe de estudar   busque sempre aprender coisas novas.”

Se você está sofrendo e deseja receber uma orientação espiritual, ligue agora para 020 7272 1010.

Participe também dos encontros diários. Clique aqui e veja o endereço mais próximo de sua casa.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário