Eles desenterram, limpam e trocam as roupas dos seus mortos

A nossa vida, em outro lugar, God, purificar em vida,

Eles desenterram, limpam e trocam as roupas dos seus mortos

A Indonésia é repleta de lugares pitorescos, com paisagens bastante excêntricas. Mas a excentricidade no país pode ser vista também em alguns aspectos da cultura local. Em uma aldeia de Toraja, localizada em Sulawesi do Sul, por exemplo, algumas famílias ainda conservam uma tradição bastante incomum. Todo ano, no mês de agosto, eles realizam um cerimônia de limpeza dos corpos (MaiNene no dialeto local), mas não do próprio corpo, e sim dos seus falecidos.

Os mortos da família são todos desenterrados e limpos. Depois recebem roupas novas e os caixões são restaurados e reutilizados. Mas o ritual não para por aí. Depois de arrumados e antes de serem colocados de novo no caixão, os corpos são levados para a casa onde moravam quando vivos, já que, segundo a crença do povo de Toraja, os espíritos dos mortos precisam voltar ao lugar em que nasceram. Essa crença já foi tão praticada por esse povo que, antigamente, as pessoas não saiam da vila com medo que, caso morressem em outro lugar, seus familiares não pudessem trazer seus corpos para casa.

Sepulcros caiados

Independentemente de para onde vai uma pessoa ao morrer, se para o céu ou para o inferno, uma coisa é certa: ela não tem mais acesso ao mundo dos vivos, nem tampouco a outro lugar.

E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá, passar para cá.”Lucas 16.26

Onde a pessoa estará depois de morta depende de se ela procurou se purificar ainda em vida. Do que adianta purificar a pessoa depois de morta se apenas os vivos precisam de purificação? Apesar de estarem com roupas novas, limpas e perfumadas e seus caixões bem arrumados, eles não passam de corpos sem vida alguma. Temos de nos purificar em vida. O Senhor Jesus nos alertou a não vivermos como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas podres por dentro.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniquidade. Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia. Assim, também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniquidade.” Mateus 23.27-28

Por isso a necessidade de constantemente nos purificarmos. Mas como?

Quando o Senhor Jesus passou aqui na Terra, nos últimos momentos antes da crucificação, enquanto estava com Seus discípulos, resolveu lavar os pés deles a fim de deixar uma preciosa orientação. Quando Pedro recusou-se a deixar o Mestre lavar os seus pés, Jesus o advertiu:

Se Eu te não lavar, não tens parte Comigo.”Lucas 13.8

Pedro rapidamente mudou de ideia e pediu que Ele não só lavasse seus pés, mas também as mãos e a cabeça, ao que Jesus explicou:

Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo.” Lucas 13.10

Quem são os que já estão lavados e o que significa essa necessidade de lavar apenas “os pés”?

Aqueles que decidiram aceitar o Senhor Jesus como seu único Salvador e se batizaram nas águas foram lavados dos pecados. Ao escolher o Jesus, já não vivemos na prática do pecado, mas continuamos pecadores e sujeitos às falhas tão inerentes à nossa natureza humana. Se observarmos, nossos pés são a parte que tem contato direto com o mundo. A nossa vida aqui neste mundo representa esse contato, que não nos isenta da sujeira que há nele.

O “lavar os pés” não é no sentido literal, mas no espiritual, em ações diárias para manter-se limpo diante de Deus, em santificação, lavando-se por meio da meditação na Palavra de Deus e pela prática dela, no arrependimento dos erros, na pureza do coração. Essas atitudes devem ser constantes, até a volta do Senhor Jesus ou da própria morte. Pois somente os limpos de coração, ou seja, os de interior purificado, verão a Deus (Mateus 5.8). E isso só se alcança em vida, depois de morto, não há mais nada a fazer.

Todos os domingos e quartas-feiras, em toda Universal, são realizadas reuniões voltadas para a sua vida espiritual. Participe de uma delas em uma Universal mais próxima de você e aprenda mais sobre como ter uma vida limpa diante de Deus.

Para mais informações ligue para 020 7272 1010

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário