Eis o Noivo…

Espírito de Deus, espirito santo, o Senhor Jesus,

Jejum_Daniel_in

Quem quer o Espírito de Deus?

Quem quiser receber o Espírito de Deus neste próximo Jejum de Daniel terá de pagar o devido preço. Certamente os que ainda não O receberam não podem culpar a Deus. A gente sabe que, qualquer que seja a realização de um sonho sempre há um preço a pagar, um sacrifício a fazer… Infelizmente, nem todos conseguem realizá-lo por pura displicência ou falta de empenho à altura.

O derramamento do Espírito de Deus no Dia de Pentecostes custou aos discípulos a obediência de não se ausentarem de Jerusalém, mas que esperassem a Promessa do Pai (Atos 1.4). Por terem sido testemunhas oculares da ressurreição do Filho de Deus não foi suficiente para os privilegiarem com o batismo. Eles tinham de pagar o preço de não se ausentar de Jerusalém até a vinda do Espírito Santo.

Por que eles teriam de aguardar em Jerusalém? A obediência era uma prova de fé. E, de fato, nem todos foram selados naquele dia. Dentre mais de quinhentas testemunhas oculares da ressurreição do Senhor, num período de quarenta dias, apenas cento e vinte foram aprovadas para receber o Espírito Santo no dia de Pentecostes.

Que é o mesmo que se aplica aos discípulos atuais com respeito à volta do Senhor Jesus. Quem não se mantiver obediente à Palavra de Deus vai ficar de fora da mesma forma como as cinco virgens loucas (Mateus 25). Não haverá desculpas.

O que é o Jejum de Daniel?

O Jejum de Daniel é baseado no propósito descrito no capítulo 10 do livro de Daniel, na Bíblia. Por 21 dias, Daniel decidiu jejuar para buscar favor, sabedoria, e entendimento da parte de Deus.

Hoje em dia, entre as coisas que mais atrapalham a nossa comunhão com Deus estão as distrações — toda forma de entretenimento e informações seculares que nos bombardeiam o tempo todo. O Senhor Jesus costumava dizer “quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (Mateus 13.9). É exatamente esse o propósito do Jejum de Daniel: abrir os nossos ouvidos para a voz de Deus.

É fácil?

Não, muito pelo contrário. Se você nunca realizou os 21 dias de jejum, isso vai exigir uma força sobre-humana, a vontade suprema de se separar, no decorrer de 21 dias, de tudo o que o tem prendido a este mundo e que não lhe permite “prender-se” a Deus.

As trombetas estão clamando. Toca aquele que tem poder e obedece aquele que tem juízo.

21 dias do Jejum de Daniel.
Início no dia 09 de fevereiro, quinta-feira, à meia noite, até  o dia 01 de março, quarta-feira, às 23h59.

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário