Cinco tipos de pessoas que não atingem as resoluções do ano

atingir o objetivo, diferentes tipos de pessoas,

Cinco tipos de pessoas que não atingem as resoluções do ano

Ano novo, vida nova?

Com 2017 a pleno vapor, muitas pessoas estão trabalhando para alcançar as resoluções de Ano Novo – e não importa se isso implica em começar a se exercitar em uma academia ou mudar de emprego. Muitas dessas pessoas, no entanto, têm o velho hábito de renunciar às resoluções após um curto período e voltar para a antiga rotina. Em 2013, um estudo revelou que apenas 8% das pessoas alcançaram as metas que planejaram para o início do ano.

Listado abaixo, temos cinco diferentes tipos de pessoas que prometem cumprir as suas resoluções de Ano Novo, mas falham miseravelmente. Será que você se encaixa em algum destes padrões?

O queixoso
Esse queixa-se de cada pequeno aspecto de sua vida, sem fazer absolutamente nada para mudar. Ele se queixa por não ter um emprego, mas não se submete a nenhum esforço para procurar um. Ele se queixa por estar acima do peso, mas não faz exercício físico. Devido a este hábito, as resoluções acabam se diluindo em um sonho distante, já que a queixa é maior do que a vontade de vencer.

O sem paciência
Já esse acha que os resultados devem chegar antes mesmo dos pedidos. Se não enxerga um efeito imediato, a desilusão invade e a desistência se consolida.

O procrastinador
Esse tipo até faz resoluções, mas o problema é que sempre arranja um jeitinho de adiar a busca pelos seus objetivos. Como resultado, as resoluções escorrem pelo ralo.

O superambicioso
Não há mal nenhum em ser ambicioso, mas existem pessoas que exageram. O superambicioso estabelece metas impossíveis de alcançar. Por conta disso, é incapaz de atingir o objetivo e desiste com facilidade. Em vez de dividir as resoluções em pequenos desafios, ele confabula um gigante monstro. Como Lao Tzu disse uma vez “uma jornada de mil milhas começa com um único passo”.

O desistente
Esse tipo desiste sempre que se depara com qualquer dificuldade. Tenha em mente: nunca é fácil. Sacrifícios serão feitos. Para cada escolha uma renúncia. Mas o desistente desiste da estrada antes mesmo de iniciar o trajeto.

Por isso, vale uma dica que se encaixa para todo tipo de pessoa: não tenha medo em falhar. Aprenda com os erros e continue firme e forte na sua jornada. Se seguir com fé inteligente, você fará parte dos restritos 8% que conseguem, ao fim do ano, orgulhar-se de mais um ano.

Se você quer aprender sobre como utilizar a fé inteligente, participe das nossas reuniões.

Para mais informações, clique aqui ou ligue para nossa Linha de Ajuda 24h: 020 7272 1010.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário