A esposa de um soldado ferido – Final

God, para questionar Deus, Promessas de Deus, uma nova fase,

 

 

A esposa de um soldado ferido – Final

Eu fui para o hospital naquela manhã, sem saber que aquele seria o dia em que a vida do meu marido daria uma reviravolta. Quando eu cheguei, ele estava com dores como de costume, eu me sentei para ler a Bíblia para ele como normalmente fazia. Eu li o livro de Isaias, capítulo 40.

A Palavra que trouxe Vida

Por que, pois, dizes, ó Jacó, e falas, ó Israel: O meu caminho está encoberto ao Senhor, e o meu direito passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte o cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.”   Isaías 40:27-31

Assim que eu li estes versículos, houve uma forte reação por parte dele. “Pára” ele me pediu. “Lê de novo.” Estas palavras fizeram-nos entender que a criatura estava questionando o Criador… o soldado estava questionando o General. Os papeis estavam claramente invertidos. Quem era ele para questionar Deus sobre tudo o que lhe estava acontecendo, como se Deus não tivesse qualquer entendimento ou controle da situação. Naquela manhã, o meu marido começou finalmente a confiar inteiramente Naquele a quem ele estava servindo e se rendeu aos planos dEle.

O milagre de Deus

Houve uma mudança imediata nele. Finalmente toda a frustração que ele estava sentindo desapareceu e um sorriso enorme apareceu em seu rosto. Essa mudança tornou-se mais obvia quando os seus companheiros soldados vieram visita-lo nessa tarde e ele estava conversando e rindo como eu não o via fazer há muito tempo. “Randal, ainda sentes dores?” eu lhe perguntei. Pela primeira vez em meses, o meu marido não sentia nenhuma dor. Aquele dia marcou o inicio da sua cura – ambas, interior e exterior.

Imediatamente procurei um médico e lhe pedi para vir ver o meu marido. Ele ficou maravilhado com a sua recuperação repentina. Então corajosamente perguntei ao médico o que poderia impedir o meu marido de ter alta médica. Depois de alguns exames o médico disse que nada impedia. Tudo o que ele precisava era de uma cama, que o hospital estava disposto a nos emprestar, e de uma enfermeira a tempo inteiro. Enquanto o meu marido ponderava onde iria encontrar uma enfermeira a tempo inteiro, o médico disse-lhe para não se preocupar com isso, porque a melhor enfermeira estava do lado dele. “Quem me dera que todas as minhas enfermeiras tivessem metade da dedicação da sua esposa”, disse ele.

E assim, o meu marido voltou para casa e começou uma nova fase da sua recuperação. Teve que passar por fisioterapias e aprender a caminhar novamente. Eu estava com ele em cada passo, encorajando-o durante as sessões, motivando-o, tornando momentos que poderiam facilmente ser desoladores, em momentos engraçados. E, com o tempo, o meu marido ficou completamente curado.

A lição aprendida

A esposa de um soldado pode facilmente esconder-se por detrás do seu marido. Vendo que ele é um homem de guerra, é fácil sentir conforto na sua proteção e sucesso. Mas, não podemos esquecer que somos indivíduos e soldados por si só. De igual forma, necessitamos de estar prontas e equipadas para a batalha.

Esta jornada me ensinou que através da revolta e confiança em Deus, nós podemos traçar os nosso próprios caminhos na vida. Inicialmente foi-nos dito que o máximo que o meu marido iria fazer seria caminhar com dificuldade. Ele nunca mais seria o mesmo. Eu poderia facilmente aceitar aquelas palavras como sendo finais. Mas, algo me moveu dentro de mim. Eu sabia quem Deus era, o que Ele me tinha prometido e do que Ele era capaz. Eu não poderia aceitar o que estava ouvindo, porque ia contra as Suas promessas. A revolta nasceu dentro de mim contra aquela sentença de vida. E, aquela revolta trouxe ações e sacrifícios, os quais trouxeram o milagre. Hoje o meu marido está completamente curado. Ele faz desporto e faz tudo o que era capaz de fazer antes do acidente.

Agora, amiga soldado, eu lhe pergunto, o que é que na sua vida não está combinando com as promessas de Deus? Que acontecimento lhe tem causado muita dor e frustração? Você tem a escolha. Você pode aceitar a situação, lidando com ela pacientemente, ou você pode escolher se revoltar contra ela como eu fiz, e traçar o seu caminho. Que escolha fará?

Se escolhe revoltar-se contra a situação, junte-se a nós qualquer dia no Centro de Ajuda, onde aprenderá a usar a revolta que mudará a sua vida. Para obter a morada do Centro de Ajuda mais perto de si, ligue para a nossa linha de ajuda 24h, para o número 020 7686 6000, ou click aqui para ver o endereço de um Centro de Ajuda mais próximo de si.

Cláudia Brito
allaboutyouuk.com

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário