A do contra – disse me disse

o que Deus faz, sabe por quê?, toda mulher de Deus,

É duro saber que tantas pessoas são capazes de julgar coisas que não conhecem. Sempre ouço falar de comentários que são feitos a respeitodo Sisterhood. Normalmente, eu só balanço a cabeça com um ar de decepção… Dizem por aí que o Sisterhood é um grupo cheio de regras e doutrinas escravizadoras, que impõe tarefas absurdas, as quais ninguém tem tempo de fazer, que é para meninas metidas, que vivem usando saias e vestidos, e que são umas verdadeiras patricinhas. Mas, sabe quem são as pessoas que dizem isso? Pessoas que não conhecem o Sisterhood e têm preconceito com mulheres que se cuidam.

Um verdadeiro disse me disse. E, sabe por quê? Porque muitas pessoas não têm a decência de procurar saber o significado real do grupo – embora eu já tenha postado vários blogs a respeito, com provas de jovens transformadas através do grupo, e ter até participado de programas especiais da IURD para falar sobre esse trabalho que tem acrescentado tanto na vida de jovens, mulheres, maridos, famílias e sociedade.

Então, vamos lá, mais uma vez, tentar desvendar essa cegueira e preconceito tão feio entre pessoas que se dizem justas. Desta vez, em partes, para ficar bem fácil de se entender:

. O Sisterhood não foi criado para todos, porque nem todos têm desejo por aquilo que o Sisterhood representa, que é o de se crescer e desenvolver como mulher de Deus e, através de sua vida, alcançar outras mulheres para o mesmo objetivo;

. Por isso, ele é um grupo privado e exclusivo. Se todas as mulheres entrassem no grupo, o objetivo do mesmo nunca poderia ser alcançado, já que muitas não querem desenvolver espiritualmente, não querem ser repreendidas e não querem sacrificar suas vontades, seus jeitos e suas falhas;

. O grupo não possui doutrinas, e sim regras, como qualquer grupo privado. As regras são justamente para diferenciar aquelas que são capazes de sacrificar detalhes daquelas que não conseguem negociá-los;

. Existem várias tarefas todos os meses, que deveriam ser naturais para toda mulher de Deus, mas que, infelizmente, muitas têm relaxado nesses aspectos – razão pela qual as têm levado a fracassar na fé;

. As jovens, que participam, usam saia ou vestido para a igreja de vez em quando, porque o grupo promove a feminilidade, algo que se tem perdido nos dias de hoje;

. O grupo dá apoio espiritual pessoal a todas as participantes, ou seja, conhecemos cada membro do grupo. Assim, podemos ajudá-las exatamente no que precisam;

. Devido a esse tipo de acompanhamento, temos um limite de novas formandas, que aceitamos anualmente;

. Todas as jovens que conseguem entrar no Sisterhood, fazer as tarefas mensais e dar frutos através delas têm se destacado na Igreja em todo o mundo. Isso é um fato.

Entretanto, todas as jovens que não fazem as tarefas mensais ou que não obedecem as regras do grupo são removidas dele. Sim, no Sisterhood há disciplina. Não usamos de emoção para ajudar nossas formandas, e sim fé. E, na fé, é tudo ou nada; ou você quer ou você não quer; ou você é ou você não é. Não há meio termo. Vejo disciplina em tudo o que Deus faz, e o contrário em tudo o que o diabo faz.

É bom que todos que gostam de disse me disse desenvolvam essa disciplina, ao invés de desenvolverem o contrário.

OBS. As inscrições do grupo já estão fechadas para este ano.

Cristiane Cardoso

cristianecardoso.com

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário