Com Deus tudo é possível

este grande Deus, extremas dificuldades financeiras, Minhas finanças, poderia encontrar esperança, um dia sem fumar,

Familiares em nossos países de origem tendem a acreditar que aqueles que vivem aqui têm ótima qualidade de vida. E por que não pensar dessa maneira? O Reino Unido é um país de primeiro mundo, repleto de oportunidades… ou pelo menos é o que dizem. Mas a realidade para pessoas como Jennyra Ingles, que migrou para a Inglaterra em busca de uma vida melhor, as coisas não poderiam estar mais longe da verdade.

Em vez de viver o sonho, a realidade que muitos encontram é de muitas lutas, dificuldades e, às vezes, a pobreza mesmo. E levados pelas circunstâncias, muitos se vêem  envolvidos em situações nas quais jamais imaginariam estar.  Jennyra encontrou-se neste mundo de enganos, crime e coisas ilegais, como ela mesma conta: “Eu vim para o Reino Unido com a minha irmã com o sonho típico de ter uma vida melhor. Vivemos juntos, mas depois de algum tempo nosso relacionamento tornou-se tenso e eu sabia que era hora de eu seguir a minha vida.

Comecei a viver em um lar de freiras. Mais tarde, conheci um homem, um médico Inglês – que gostou de mim, e eu pensei que a partir daí, minha vida parecia estar progredindo. Eu estava feliz e apaixonada. Ficamos noivos, e eu alegremente planejei meu casamento. Esperava esse dia com antecipação, até que veio o desastre.  De uma hora para outra, meu noivo desapareceu! Nenhuma palavra, nenhuma explicação, nada! Ele me deixou. Não sei quantas foram as vezes  que eu chorei, ou relembrei nossa última conversa em minha mente, tentando descobrir por que ele havia me deixado.

Não conseguia acreditar no que estava acontecendo, e em um primeiro estágio, fiquei confusa. Depois passei da tristeza, à solidão, à raiva e, finalmente ao ódio. Minha vida era oficialmente uma bagunça. Eu não tinha nada nem ninguém para me amparar. Doía demais pensar nele e no tempo que passamos juntos, por isso comecei a fumar cigarros. Tornou-se meu conforto, mas também o meu vício, eu não podia passar um dia sem fumar. Após um ano de depressão, angústia e solidão, conheci outra pessoa.

Nunca fui preguiçosa, por isso estava sempre à procura de trabalho. Mas por estar ilegal no país as coisas se tornaram ainda mais difíceis. Fiquei desesperada e simplesmente aceitaria qualquer tipo de trabalho, mesmo sabendo que estava sendo explorada. O que eu poderia fazer? Simplesmente não tinha direitos no país. Minha mãe havia se sacrificado para me enviar a uma boa faculdade, mas mesmo com isso, minha vida nunca progrediu. Eu não conseguia me estabilizar, minha vida financeira estava presa em ciclo de fracassos, e eu sabia que algo não estava certo, afinal, ninguém poderia ter tanto azar assim! Eu não era uma má pessoa, simplesmente queria uma vida melhor, mas esse sonho estava cada vez mais fora do meu alcance.

Me esforcei muito para terminar a Universidade por causa de extremas dificuldades financeiras. Tive que pagar minhas próprias taxas e o dinheiro não era suficiente. Eu tinha mais de £39 mil de dívidas por causa de um negócio que tentei abrir mas não deu certo. Para mim era extremamente difícil conseguir um emprego. Isso realmente me estressava ao ponto de me fazer fumar de 10 a 20 cigarros por dia. A luz no fim do túnel surgiu quando fui evangelizada por alguém que me convenceu de que eu poderia encontrar esperança no Centro de Ajuda. Mal sabia eu que este seria o começo de uma mudança total para mim. Aceitei o convite, pois a realidade era que eu não tinha nada a perder. Em meu primeiro dia no Centro de Ajuda, deixei a reunião sentindo paz pela primeira vez. Era como se uma carga pesada tivesse sido tirada de mim. Participei de uma série de reuniões, onde  fui ensinada a usar a minha fé a fim de mudar a minha situação. Isso significava trazer Deus para meus planos Ele iria cuidar de tudo o que eu não podia fazer desde que fizesse tudo o que estava ao meu alcance. A cada reunião que participava, aprendia algo novo, recebia o poder de Deus e minha mente começou a abrir. Recebi as ferramentas que precisava para lutar por uma vida melhor, e então lutei.

Quanto mais usei a minha fé, mais as coisas mudaram. Mas a maior mudança aconteceu quando participei da Campanha de Israel. Eu dei meu tudo para conseguir o que era impossível para mim. Queria trabalhar com o meu próprio nome e possuir um passaporte em meu nome, então coloquei Deus à prova. Fiz o meu sacrifício financeiro e deixei a vida de engano,  não queria mais mentir ou correr dos problemas. Eu queria ver este grande Deus com meus próprios olhos, e assim aconteceu. Não muito tempo após a campanha, recebi a minha autorização de residência permanente no país. Mas não foi só isso. Minhas finanças, que eu havia lutado durante anos para estabilizar, deram uma guinada para melhor, depois que eu abri duas pequenas empresas.

Durante muito tempo, tentei e me esforcei para fazer algo com minha própria força e entendimento, mas quando fiz de Deus o meu parceiro e coloquei minha vida em Suas mãos, consegui pagar minhas dívidas. Tenho um trabalho incrível com os mercados financeiros globais e pessoas maravilhosas ao meu redor, além de duas pequenas empresas. Hoje encontrei a paz em Deus e não sou mais um escrava dos cigarros!

 

Jennyra Ingles, Brixton

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário