Quando a tragédia bate à porta

enfrentar os meus problemas, espirito santo,

Sofrimento é uma palavra conhecida para Simone Santana que cresceu vendo a mãe com a saúde debilitada e na miséria. Ela conta que, desde criança, dormia no mesmo quarto com os pais, pois eles não tinham nem condições de comprar uma cama para ela.

 Simone se casou e teve dois filhos, acreditando que a história de sua vida seria escrita de uma forma diferente da que foi a de seus pais. Porém, uma tragédia aconteceu e ameaçou romper os sonhos de Simone que, por amor aos filhos, optou por lutar e continuar acreditando que um dia a felicidade viria ao seu encontro. Confira:

 

“Minha vida sempre foi muito sofrida. Eu dormia com os meus pais porque não havia dinheiro para que eles pudessem comprar uma cama para mim.

 

Até que, com muita luta, minha mãe conseguiu construir uma casa aonde eu tive o meu quarto e a minha própria cama, mas  isso só aconteceu três meses antes do meu casamento. Nessa época a vida da minha família continuava cheia de dor e sofrimento. Minha mãe trabalhava muito e sua saúde era extremamente debilitada. Ela tinha feridas nas pernas e problemas de coração.”

Sonho se transforma em tragédia

“Quando me casei, achava que iria me livrar de todos os problemas que eu havia sofrido desde a infância e, por um tempo, a vida me levou a acreditar que eu estava certa. Tive dois filhos saudáveis, meu marido e eu montamos uma loja  na qual trabalhávamos juntos e éramos uma família feliz. Até que a saúde da minha mãe começou a deterior e ela veio a falecer. Um mês depois, quando eu ainda tentava superar a morte da minha mãe, aconteceu uma tragédia.  Meu marido foi assaltado, levou quatro tiros, ficou uma semana internado, mas não resistiu e morreu.  E assim, eu me vi sozinha com dois filhos pequenos para criar. Desesperada por me sentir totalmente desamparada, comececei a tomar anti depressivos.

Apesar de carregar tamanha tristeza no coração,  não parei de trabalhar.  Tinha medo que meus filhos passassem necessidades. Com o passar do tempo abri outra loja e coloquei a minha irmã para
tomar conta dela. Nessa época eu ainda continuava tomando anti depressivos para poder enfrentar os meus problemas. Mas um dia minha irmã me alertou: ‘pare de tomar esses remédios porque na bula está escrito que eles podem provocar desmaios.’ Como eu dirigia para ir trabalhar e tinha muito medo que algo me acontecesse, pois tinha dois filhos para criar, ouvi a recomendação da minha
irmã. Deixei de lado os medicamentos e também resolvi aceitar o convite dela, que já frequentava o Centro de Ajuda, para irmos à uma reunião.”

 

Esperança renovada

“Participando das Correntes de Oração conheci o Deus Vivo e na época da Campanha de Israel, o Espírito Santo me revelou que ao participar  deste propósito eu teria uma mudança na minha vida. Apresentei o meu voto e senti que Deus era comigo e que tudo daria certo.

Após um período do término da Campanha, conheci o meu atual esposo na Igreja, e de fato a minha vida se transformou.  Nós temos um ótimo relacionamento, ele se dá bem com meus filhos, nossa vida financeira é próspera, já conquistamos oito lojas, mas isso não é motivo para pararmos por aqui. Depois que descobrimos esse Deus maravilhoso, o qual tem feito tantas coisas boas nas nossas vidas, sabemos que Ele tem muito mais bênçãos para nos dar e a cada Campanha de Israel que participamos, temos a certeza de que vamos obter vitórias.”

 

Simone Santana

 

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário