VIVIA DE MIOJO E PÃO

dinheiro para pagar, eu me matava de trabalhar, mudei de trabalho, uma vida financeira abençoada,

Sheila-PembertonQuando morava no Brasil, passei por uma grande decepção amorosa ao ouvir do meu namorado de longa data que ele simplesmente não me amava mais.  Assim que me formei resolvi vir para Londres em uma desesperada tentativa de escapar daquele sofrimento.

Vim sem nenhum dinheiro, sem nenhum conhecimento do idioma e para mascarar a minha frustação vivia indo para discotecas.

Eu dividia a casa com outras pessoas e vivia sendo humilhada por causa da minha situação.

 Miojo e pão

Com o pouco dinheiro que tinha, vivia à base de miojo e pão, houve vezes que roubei comida dos outros iniquilinos na calada da noite para saciar a minha fome.

Todo dia eu me matava de trabalhar, acordava cedo para fazer faxina e o dinheiro que recebia ia com a mesma facilidade que vinha, gastava tudo em pagamento de contas. Quando ficava extremamente abatida, sentava em um banco no parque e chorava copiosamente. Meus familiares nem sonhavam o que estava acontecendo comigo, com orgulho, fiquei porque não queria voltar como uma fracassada.

 Centro de Ajuda Kilburn

Um dia desses de tristeza, passei pela igreja de Kilburn e entrei, tempos depois fui atendida por um pastor que me aconselhou e logo me engajei na Corrente de Oração.

Aos poucos fui me sentindo mais calma e menos preocupada como antes, senti-me forte. Quando ouvi falar da Campanha de fé, peguei o envelope sem ter nenhuma condição, mas o meu marido (na época meu namorado), me deu um pouco de dinheiro para completar com o resto da taxa do meu visto escolar e assim construí meu sacrificio junto com aquela quantia e mais um pouco que eu tinha em minha possessão.

Revoltada, disse a Deus, é agora ou nunca, pois o meu tudo estava naquele envelope e dependendo do que houvesse ou eu voltava para o Brasil sem nada ainda tendo que explicar para o meu namorado a situação toda. 

Quando fui a escola expliquei que não tinha nenhum dinheiro para pagar a matrícula, a recepcionista ao ver minha Biblia me deu uma bolsa de estudos totalmente gratuita.

O meu inglês comecou a se desenvolver tao rápido, que até eu fiquei assustada com meu progresso, mudei de trabalho, tenho paz interior e casei com um homem maravilhoso e sou muito feliz.


Um novo recomeço

Hoje moro no centro de Londres em um apartamento com sala, cozinha e ate quarto de hóspede, e não divido mais casa com ninguém. Tenho condições hoje de comer aonde eu quero, quando quero, nos melhores restaurantes, tenho carro e imóveis no Brasil e uma vida financeira abençoada.

Sheila Pemberton, Kilburn

 

 

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário