Sacrifício fala

amigos do mundo, caminho do sacrifício, chance de se levantar, voz de Deus,

“Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3.16

Podemos observar que, muito antes de nascermos e conhecermos a fé, o sacrifício já estava nos planos de Deus como solução para um problema muito sério que Adão conseguiu arrumar para Ele, quando O desobedeceu e afastou toda raça humana do convívio do Altíssimo. Com isso, a autoridade que o homem havia recebido de Deus foi roubada pelo diabo, o qual estabeleceu o seu reino nesse mundo.

Não havendo outra alternativa, Deus recorreu ao Sacrifício, Seu Filho Jesus, apresentando-O no Monte Calvário. Ele poderia enviar o anjo Gabriel, Miguel ou outro, mas para levar o diabo a uma derrota inquestionável, sem a mínima chance de se levantar, e também realizar Seu sonho de reconciliação com o homem e formar um povo de “propriedade exclusiva” dEle, enviou o Sacrifício (Seu Filho).
O Sacrifício nasceu, cresceu e venceu.

Disse o Sacrifício:
“O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” João 10.10

“…Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao pai senão por Mim.” João 14.6

“E tudo quanto pedirdes em Meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Sacrifício.” João 14.13

“…Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.” João 8.12

O diabo disse para o Sacrifício: “Que temos nós contigo, ó Sacrifício! Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?” Mateus 8.29

“Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outro me odiou a Mim.” João 15.18

Lendo esse último versículo, entendo por que muitos dos que estiveram conosco, e se afastaram, odeiam tanto o sacrifício, é porque se tornaram amigos do mundo.

Bom, meus amigos, o motivo pelo qual Abraão foi o grande pai da fé, é que ele seguiu em obediência a voz de Deus e, antecipadamente, o caminho do sacrifício.

Abraão teve uma vida em abundância, morreu em ditosa velhice e foi atendido em todos os pedidos, por meio do sacrifício. Era um homem iluminado porque seguia a luz do sacrifício. Ele venceu os demônios, que usaram os reis que sequestraram Ló, seu sobrinho. E por seguir o sacrifício, que atormenta o inferno, ele era odiado por esses mesmos reis que eram incrédulos e, sem dúvida, amigos desse mundo.

E você? Também vai seguir o caminho do sacrifício para ter uma vida em abundância, ser atendido em todos os pedidos, ter a luz da vida, atormentar o diabo e ser odiado pelo mundo por seguir a fé no Sacrifício, que é Jesus?

Deus os abençoe.

Bispo Sérgio Correia

www.bispomacedo.com

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário