Perseverança é a palavra que me ajudou a afastar a negatividade

independentemente da hora, reunião de libertação, um bom relacionamento,

Perseverança é a palavra que me ajudou a afastar a negatividade

Thanusiya Keithes chegou a acreditar que a negatividade na sua vida era algo normal. Mas, ao chegar no Centro de Ajuda, ela percebeu que deveria viver uma vida com mais paz e alegria. Hoje, ela compartilha sua história conosco.

“Eu não via as coisas que enfrentava como problemas. Embora eu e minha família vivêssemos juntos, não havia união. Eu não tinha um bom relacionamento com meus pais e, às vezes, nem ao menos conversava com minha irmã. Além disso, não conseguia dormir. Tinha ataques espirituais, ouvia vozes e via coisas estranhas, que não faziam sentido para mim. Eu também sentia como se alguém estivesse me observando. Foi minha irmã que me convidou para vir ao Centro de Ajuda.

Ao frequentar, logo percebi que o relacionamento que eu tinha com a minha família e minhas experiências noturnas eram, sim, um problema. Me certifiquei de participar e não perder nenhuma reunião de libertação. Os encontros fizeram com que eu enxergasse a verdade.

No início, estava um pouco incerta, mas conforme fui descobrindo o motivo real dos meus ataques espirituais, busquei a mudança. Continuei frequentando as reuniões de sexta-feira e, finalmente, consegui voltar a dormir melhor.

Mas, apesar das mudanças, eu me frustrava, pois pensava em desistir. Após uma reunião em particular, simplesmente saí e não voltei mais. Foi então que eu percebi que minha mente era fraca, e que eu precisava encarar meus problemas, não fugir deles.”

Neste momento, muitas pessoas teriam desistido. Porém, Thanusiya resolveu continuar, por causa de uma palavra que ouviu em uma reunião de sexta: perseverança. Ela continuou a frequentar as reuniões até alcançar a mudança completa que tanto buscava.

“Aprendi muito com esta fase da minha vida. Embora eu tenha cometido enganos ao longo do caminho, percebi que, pela fé, eu poderia superar qualquer problema – seja físico ou espiritual.

Hoje eu consigo dormir bem, independentemente da hora. Os ataques espirituais acabaram. Além disso, me relaciono bem com meus pais. Minha família voltou a ser unida e existe paz em casa. Esta jornada me ensinou muito. Aprendi que devo perseverar até o fim.”

Thanusiya Keithes

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário