O enganador e a vítima

causa da separação, graças a Deus, minha vida sentimental,

 

O enganador e a vítimaDian “ Eu era sempre enganada. Todos conheciam a minha história… ‘A mulher que era traída’. Todos os meus relacionamentos eram frustrados, apesar de dar o meu melhor. É triste dizer que nunca me envolvi com homem algum sem ser traída. A causa da separação era sempre a mesma- infidelidade.

Seria minha culpa por entregar meu coração e dar o meu amor sem medida? Talvez eles tiravam proveito de mim, por saberem que me tinham na palma da mão. “ O relacionamento mais duradouro sobreviveu seis anos ; tivemos um filho mas mesmo assim ele traiu-me.

A certa altura da minha vida, eu odiei homens e o pensamento de entrar numa nova relação, trazia-me náuseas.

Era dor e humilhação que parecia durar toda a eternidade. Recusei-me a desabafar com alguém, em vez disso, ‘construí um muro’ no meu coração, e assim protege-lo de mais desgostos. Como resultado, fiquei solteira por cinco anos.

Anthony — O enganador em série

“Os meus relacionamentos também não duravam, mas a culpa era minha. Eu era um enganador em série. Era tudo o que conhecia, foi o que me tornei desde muito pequeno… um homem para várias mulheres. Eu tomava todos os cuidados para me manter emocionalmente ‘desapegado’.

O meu prazer estava em ver as mulheres chorar quando eu friamente e sem remorsos dissesse a seguinte palavra “acabou”. Isso fortalecia-me, eu me sentia um verdadeiro homem “alpha”. Trazia um aspecto de ‘ manchão’ e seguro, quando na verdade , era tudo uma estratégia para proteger o meu coração.

Minha filosofia era – é melhor partir corações do que ter o meu partido. Graças a Deus e á Terapia do Amor, mudei antes mesmo de conhecer a Dian.

Eu aprendi que as mulheres têm que ser valorizadas, e a partir daí, eu passei a quebrar as grades que me aprisionavam na minha maneira de pensar. Comecei a olhar para as mulheres com outros olhos. Eu já não via como objetos que me fortaleciam, mas sim, como pessoas que merecem amor, carinho, respeito e atenção. Conhecemo-nos na Terapia do amor.

Ela abordou-me em uma das sessões, e eu pronto para cuidar da minha vida sentimental da maneira correta, disse que sim! Namoramos durante um ano e meio e finalmente nos casamos há quatro meses atrás.

Dian:
“Superei as minhas inseguranças no Centro de Ajuda e derrubei o ‘muro’ que bloqueava o meu coração. Hoje, sou casada com um ex-enganador em série e sou uma ex-enganada. Pois ele é um marido amável e fiel. Somos muito felizes juntos.

Dian and Anthony Hardley, Southall

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário