Nossa reunião familiar

Centro de ajuda, estilo de vida positivo, sair de casa,

 

Nossa reunião familiar

Agonia e tormento foram as únicas coisas que restaram após certos acontecimentos na família Cassandra. Eles não imaginavam que existiria esperança após tanto desespero. Descubra como esta família conseguiu sair desta situação.

“Pense positivo e coisas positivas irão acontecer”

Lídia: “Basta, vai embora, eu não aguento mais! – Estas foram minhas últimas palavras para o meu marido. Eu o vi cabisbaixo, minhas palavras tinham lhe causado mais dor do que qualquer outra coisa que eu já tinha feito. Ele se levantou, pegou suas coisas e saiu. Quando ele fechou a porta, eu explodi em lágrimas, arrependida de cada palavra que disse. Mas já era tarde demais. A realidade é que ele nunca fez nada de errado, na verdade ele era carinhoso, cuidadoso e fazia o possível para me apoiar, mas eu era nervosa e tinha um vazio muito profundo dentro de mim. Pensei que, ao me casar, tudo se resolveria, mas na realidade isto só piorou a situação.”

João: “Eu não estava acreditando que minha esposa tinha acabado de me dizer para ir embora. Sabia que não tínhamos o melhor relacionamento, mas chegar a este ponto estava me incomodando. Depois de eu sair de casa, comecei a me envolver com várias mulheres, mas nunca estava realmente em paz.”

Lídia: “Enquanto isso, eu comecei a exigir atenção dos meus ‘amigos’, mas isto foi apenas mais uma avalanche prestes a desmoronar. Fofocas e mentiras eram a base destas amizades. Acabávamos sempre em desentendimentos sérios e rancores, e estas emoções cresceram dentro de mim. Voltar para casa e ver meus filhos com saudades do pai era outra facada no meu coração. Quando toda essa dor acabaria?”

A Lídia e o João jamais acreditavam que voltariam a ficar juntos, mas o que eles não sabiam era que sua filha mais velha, Dirce, estava participando de várias reuniões no Centro de Ajuda para receber orientação e encorajamento para salvar sua família. Com o passar do tempo ela começou a ver mudanças em sua mãe, e isso lhe deu mais confiança de que a união da sua família estava mais perto do que ela pensava.

João: “Me lembro da minha filha me convidar para uma das atividades realizadas no Centro de Ajuda. Fiquei feliz em saber que ela ainda pensava em mim. Naquele dia eu fui e vi minha esposa, e à partir de então uma pequena faísca acendeu dentro de mim. Mais tarde, minha filha me disse que minha esposa queria falar comigo, então tivemos um pequeno encontro no parque. Nos abrimos um com o outro e, algum tempo depois, tomamos a decisão de voltar a ficar juntos! Fiquei surpreendido com a nova mentalidade e estilo de vida positivo da minha esposa e da minha filha. As acompanhei ao Centro de Ajuda e nunca mais parei de ir. Hoje temos uma forte união em nossa família. Somos eternamente gratos ao Centro de Ajuda, pois lá aprendemos o verdadeiro significado de ser uma família.”

João e Lídia Cassandra

Gostou? Então compartilha:

Related Post

Deixe um comentário