Em busca do amor perfeito

alma e espírito, para um amor real, sua vida sentimental, Terapia do Amor,

Ele não é uma sensação, mas sim um compromisso com o outro.

O segredo para cultivar um relacionamento duradouro consiste em deixar prevalecer o amor inteligente, aquele que não é cego às coisas de perto ou de longe, mesmo pequenas, o qual é capaz de avaliar se realmente vale a pena levar o compromisso adiante. O amor não é a percepção de sentir, mas sim um comprometimento com o companheiro sabendo que não existe ser humano perfeito.

“Durante a vida a dois, algumas indiferenças possivelmente podem ser que surjam para tentar abalar o alicerce da união, mas cabe ao casal se unir para enfrentar essa turbulência, com tolerância. Deus não exige que sejamos perfeitos, então, não devemos nos cobrar”, salienta o apresentador do programa The Love School – A Escola do Amor (www.iurdtv.com), bispo Adilson Silva.

Segundo o bispo, as pessoas têm que parar de querer mudar o outro, afinal, somos diferentes, cada um tem um modo e forma de pensar, por isso, temos que nos adaptar diante das situações. O melhor é propor e não impor nada dentro da relação, não exigir que o outro seja exatamente como gostaríamos, quem ama aceita as limitações do parceiro e diante das situações procura ver o que há de melhor e propõe o que poderia ser transformado.

“Juntar corpos é fácil, o que precisa acima de tudo é haver a união do corpo, alma e espírito. O casamento é uma trindade, sendo assim, fundamental que um saiba o que quer do outro”, explica o bispo. De acordo com ele, muitos desistem quando veem que o outro é de carne e osso, e que precisa haver muita tolerância, respeito, companheirismo, entre outras questões fundamentais, para levar a relação adiante.

Por isso, antes de olhar para os defeitos do parceiro e culpá-lo, avalie o que precisa ser mudado em você primeiramente, talvez, o que te incomoda no outro é exatamente o que você gostaria de ter coragem de fazer. Aqueles que buscam perfeição em si mesmo e nos outros continuarão fechados para um amor real.

“Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor” João 4:12

Uma vida amorosa transformada

“Eu sempre exigia a perfeição em minha esposa, considerava que ela tinha que sair comigo para todos os lugares e acabávamos brigando muito porque ela sempre foi caseira. Eu a fazia triste com essa atitude, assim, quando ela ia obrigada aos lugares, saía com a aparência amarrada”, lembra Carlos Ramos.

Segundo ele, o relacionamento, que já dura 6 anos, antigamente não tinha espaço para diálogos, apenas brigas, os dois não conseguiam se entender, até que tudo começou a mudar.

“Depois que comecei a perceber que ele era uma boa pessoa, que tinha que aproveitar a presença dele, resolvi mudar. Eu ía aos lugares com um sorriso no rosto e via todos os dias como uma oportunidade de ser feliz, assim, passei a aproveitar sua companhia”, lembra Lilian Ramos.

Melhore a sua vida sentimental. Todas as quintas-feiras, na Igreja Universal, acontece a Terapia do Amor. Durante os encontros, os palestrantes explicam, entre outros assuntos, que para ser feliz é necessário que algumas regras sejam estabelecidas dentro do relacionamento. Se você é solteiro, casado ou separado poderá encontrar nessas reuniões a direção ideal.

 

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário