EFEITO DOMINÓ

a Palavra de Deus, alma e espírito, buscar a Deus, Campanha de Israel, Centro de ajuda, pode fazer maravilhas,

O casamento é uma aliança formada por duas pessoas que decidem enfrentar  uma vida de alegrias e tristeza juntas. Não é nenhuma novidade que dividir  os bons  momentos é muito fácil.  Mas quando acontece o contrário,  às vezes  ao tentar  auxiliar a pessoa amada, o outro acaba absorvendo o problema do cônjuge, e assim o casal perde as forças para lutar e o casamento começa a ruir.

Isso foi o que aconteceu com  João e Alexandra Lopes. João conta que antes de se casar, sua fé era inabalável. Ele frequentava o Centro de Ajuda, conhecia a palavra de Deus e via o seu relacionamento com o Criador crescer dia após dia. Mas após o casamento, sua vida espiritual mudou.  Como Alexandra não compartilhava do mesmo desejo que ele de estar na presença de Deus, essa união, outrora feliz, ficou abalada e levou João à “esfriar” na fé.

“Quando cheguei à Igreja comecei a ver grandes resultados na minha vida. Eu me casei, minha esposa passou a frequentar as reuniões comigo, mas depois de um certo tempo ela deixou de sentir vontade de ir à Igreja e isso me desencorajou de ir também. Dessa forma, tudo que nós havíamos construído em sete anos, começou a desmoronar de uma hora para outra.”

Força maior
Alexandra tinha consciência de que havia algo por trás desse desinteresse repentino de buscar a Deus, contudo ela não sabia como lutar contra isso. “Quando chegava domingo de manhã eu pensava: ‘vou levantar e ir à igreja com o meu marido hoje, ‘ mas no minuto seguinte dizia a mim mesma: ‘não, mudei de idéia, vou ficar em casa.’ Nessa época eu me sentia muito vazia,  chorava por qualquer coisa. Era como se houvesse um grande buraco dentro de mim.  Ainda que eu saísse com os amigos e familiares, não era a mesma coisa que estar na presença de Deus. Nada preenchia essa lacuna, mas ao mesmo tempo, eu não sentia ânimo de ir buscá-Lo.

Casamento em declínio
A falta de motivação espiritual  de Alexandra começou a afetar outras áreas de sua vida, em particular a afetiva. Sem saber como lutar para manter o casamento, ela decidiu pedir o divórcio a João.

“Fiquei chocado quando Alexandra me disse que queria o divórcio. Mas como eu  estava espiritualmente fraco nessa época, quase aceitei a separação. Entretanto, ao lembrar de tudo que tínhamos vivido juntos,   acabei  me revoltando contra a situação.  Eu tinha que fazer algo para restaurar o meu casamento.  Ainda que sozinho e esporadicamente, eu continuava indo à Igreja e como havia chegado a Campanha de Israel, decidi que era a hora de eu me reerguer e usar a minha fé.  Dessa forma, comecei a preparar o meu sacrifício a Deus para que assim que eu colocasse o meu voto no Altar, Ele mudasse as coisas ao meu redor.
Sendo assim, dei tudo de mim, tanto no aspecto físico, espiritual  quanto no financeiro. Coloquei o salário do mês e todas as minhas economias no Altar  acreditando que meu casamento iria ser novamente uma bênção.”

Fé reavivada
Ao reascender a sua fé, João de fato conseguiu mudar a situação, mas não por muito tempo. “Aos poucos eu e meu marido começamos a nos entender novamente. Ele não deixou mais de ir à Igreja e nossa felicidade ficou completa ao recebermos a notícia de que eu estava grávida. A notícia da gravidez me motivou a buscar a Deus novamente, e eu voltei a ir ao Centro de Ajuda com João, mas mesmo assim não ia sempre, não como eu deveria ir.”

Sem se dar por vencido e totalmente reavivado e fortalecido pela fé, João insistiu em permanecer na Presença de Deus, o que fez com que Alexandra começasse a lutar contra aquilo que a impedia de se aproximar d’Ele.

“Nosso bebê nasceu e dentro de alguns meses João passou a levar a nossa filha à Igreja. Eu geralmente ficava em casa, não ia junto com eles. Até que um dia decidi dar um basta nisso. Uma grande revolta surgiu dentro de mim e nesse momento disse a mim mesma: ‘eu conheço a Palavra , sei que Deus é grande e pode fazer maravilhas na minha vida, pois eu já experimentei muitas bênçãos. Não vou deixar mais o desânimo me dominar. ’ Dessa forma, vencendo tudo aquilo que me impedia de me relacionar com Deus, retornei à Sua presença de corpo, alma e espírito. Hoje posso dizer que o meu vazio foi totalmente preenchido, tenho um casamento abençoado, uma filha linda e formamos uma família muito feliz,” diz Alexandra.

E João completa: “Ao fazer o meu sacrificio e exercitar a minha fé, fui capaz de mostrar a Deus  que Ele é o primeiro na minha vida e tudo o mais me foi acrescentado, como Ele diz em
Sua Palavra.”

João e Alexandra Lopes – Plaistow

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário