Alguém acreditou em mim! – Thabatta

Durante esse período, totalmente liberta dos vícios,

6d

Thabatta Roberta desde a infância demonstrava não gostar de meninos, na adolescência tinha vergonha de ser mulher. Aos 12 anos, ela começou a perceber que não tinha atração por rapazes, mas ainda assim escondia da família e amigos. Passava por muitos problemas, estava sempre nervosa, brigava com os pais, não havia respeito em casa, tudo que os seus pais lhe diziam não era importe para ela.

Aos 18 anos, ela assumiu o lesbianismo, casou-se 3 vezes com mulheres diferentes. Tinha uma vida conturbada, era viciada no cigarro, fumava até dois maços por dia, além de beber diariamente. Thabatta investia seu salário apenas em festas e no sustento das mulheres com as quais vivia. Esse sofrimento se prolongou durante 8 anos de sua vida, achava que Deus era o culpado por aquela situação. Durante esse período, ela sofreu um acidente de moto no qual o veículo teve perda total, mas ela não sofreu nenhum dano.

Thabatta achava que era impossível se libertar dos vícios e da homossexualidade, até que um dia, através de um convite para participar de uma reunião na Universal, viu que era possível essa mudança e que ela poderia ser feliz.

Hoje ela está totalmente liberta dos vícios, depressão, homossexualidade e toda tristeza. É uma pessoa cheia do Espírito Santo, encontrou uma razão para viver e é completamente feliz.

Bispo Macedo
bispomacedo.com.br

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário