Se adaptar nunca é fácil

casa bem organizada, podia fazer muito mais,

 

3Já viu algum casal brigando por causa de um sapato? Isso aconteceu com o Pastor Tiago e a D. Daiane. A Terapia do Amor conversou com eles recentemente, confira a história:

Daiane: Desejava muito casar. Eu sabia que iria demorar algum tempo para nos ajustarmos vivendo juntos depois do casamento, mas o amor conquista tudo, certo? O amor conquistou tudo, mas com as suas lutas.

Tiago: A Daiane gosta da nossa casa bem organizada, com tudo no lugar. Eu era mais descontraído e relaxado com isso, afinal, nossa casa é onde nós vivemos. Mas quando ela via que, às vezes, as minhas coisas não estavam necessariamente onde ela gostaria que estivessem, isso causava um pouco de atrito. Uma vez um dos meus sapatos estava na sala de estar e isso se tornou uma razão para brigarmos. Bem, não vamos chamar de briga, foi mais uma discussão…

Daiane: Eu não via nada melhorando ao me irritar com esse assunto. Na verdade, agora que olho para traz, parece ridículo isso ter sido uma razão para discordarmos e ficarmos de mau humor. Alguns anos atrás eu e o Tiago participamos de uma reunião da Terapia do Amor que nos fez ver as coisas de uma maneira diferente. É como se uma luz finalmente tivesse acendido, e nós vimos que este problema, que só estava crescendo, tinha uma simples solução.

Tiago: Eu percebi que podia fazer muito mais para ajudar a Daiane, para que ela soubesse o quanto eu me importava com a maneira que ela organizava a nossa casa. Então, prestei mais atenção ao modo como eu organizo as minhas coisas e isso fez a diferença.

Daiane: Por sua vez, se ele esquecesse e deixasse algum sapato fora do lugar, eu não deixava isso se tornar um problema. Eu guardava no lugar e seguia em frente.

Nós finalmente aprendemos que há outras coisas que são mais importantes, pelas quais devemos nos esforçar e investir o nosso tempo. Devemos brigar por um sapato? Absolutamente, não.

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário