Amor restaurado

fazer uma aliança com Deus, que está escrito, sede de Deus,

 

 

Amor restauradoMesmo sendo religioso, o meu casamento era cheio de brigas, desentendimentos e muita miséria. Entre nós haviam muitas divergências, principalmente em relação à fé. Assim, eu ia vivendo aquela fé inconstante e emotiva. E a minha vida ia de mal a pior.

Mas eu culpava a minha esposa por isso, pois havia aprendido que a mulher devia seguir o marido, e por ela se recusar a acompanhar-me, eu creditava a ela a vida de fracassos que vivíamos.Ela via a confusão espiritual em que eu estava e por isso se recusava a me seguir. Eu era completamente perturbado espiritualmente. Tinha pesadelos horríveis, via vultos. Um dia, após uma discussão séria, fui embora de casa e só voltei 2 dias depois. Ela estava a preparar-se para ir ao Centro de Ajuda e eu decidi acompanhá-la. Eu tinha muita sede de Deus, mas era levado pelo vento de doutrinas.

Falava para Deus que não aceitava a doutrina do Centro de Ajuda, mas se fosse necessário eu iria para lá. Naquele dia eu fui. Chegando lá, Deus falou comigo por meio do homem de Deus e, nesse mesmo dia, decidi fazer uma aliança com Deus, batizei-me e comecei do zero. Sacrifiquei na Campanha de Israel e Deus libertou-me da religiosidade, arrancou aquele emaranhado de dúvidas da minha cabeça e eu passei a ter uma fé definida, arrojada, firmada no que está escrito. No Deus da Bíblia. Hoje o nosso casamento serve de exemplo para a nossa família. Não existe mais discussão. Hoje há diálogo e, sobretudo, temos a mesma fé e o mesmo objetivo.”

Ivan Oliveira

 

Gostou? Então compartilha:

Deixe um comentário